11.12.2018

O creme dental certo pode ajudar as suas gengivas. Previna-se da gengivite com os itens indicados

Gengivite pode ser combatida com o uso da pasta de dente correta! Mas sozinha ela não faz milagres. Saiba quais outros itens podem te ajudar
Gengivite pode ser combatida com o uso da pasta de dente correta! Mas sozinha ela não faz milagres. Saiba quais outros itens podem te ajudar

Chame de creme dental, pasta de dente ou dentifrício, esse item bucal pode fazer um ótimo serviço para que o paciente tenha uma boa higiene oral. Usada sempre na escovação, podemos esquecer quais benefícios a pasta de dente pode trazer. Pode não parecer, mas eles vão muito além de deixar aquela sensação de frescor! O uso do creme dental é também uma forma de prevenção à cárie e à gengivite. André Alvim, periodontista, nos explicou como que isso acontece e que outros itens também podem ser indicados no combate à inflamação das gengivas.

Para que serve o creme dental?

A pasta dentífrica apresenta, em sua composição, substâncias químicas que atuam junto à escova de dente. “O uso do creme dental tem o objetivo de promover a limpeza do meio bucal, dificultando a formação de placa bacteriana e mantendo dentes e gengivas saudáveis”, acrescente o profissional. Ela deve ser usada diariamente na escovação para seu alcance ser maior.

O creme dental certo pode impedir gengivites

A pasta de dente serve, além de limpar, para impedir o desenvolvimento de certos problemas bucais. Suas substâncias, em especial as antimicrobianas ou anti placas, são produtos químicos que agem na eliminação de alguns microrganismos. A gengivite pode acontecer sempre que a limpeza não é suficiente. Ela é caracterizada por uma vermelhidão e inchaço na região gengival. “O creme dental auxilia na remoção da placa bacteriana que dá início à inflamação da gengiva, causando também o sangramento", explica o periodontista. Por isso, o profissional deve ser consultado para a escolha do creme dental, já que tudo depende das necessidades do paciente. “Ele deve visitar regularmente o dentista para receber orientações para a prevenção de doenças ou o seu tratamento”, complementa ele.

Prevenção é a palavra-chave

A higiene oral feita corretamente é a maior prevenção da gengivite. Utilizando também outros itens recomendados pelos profissionais, o paciente consegue impedir o acúmulo de microrganismos na placa bacteriana. Também chamada de biofilme, essa camada é revestida de bactérias que, quando não eliminadas, podem se acumular. Com essa proliferação, pode-se iniciar um quadro de problema bucal, como a própria gengivite, cárie e até mesmo tártaro. Por isso que o paciente deve criar uma rotina de higienização bucal.

Afinal, quais são os outros itens indicados?

O creme dental não consegue agir sozinho. Além dele, pacientes com gengivite devem se atentar a outros itens. “É necessário uma boa higiene com escova de dente macia, de cabeça curta para alcançar todas as superfícies dos dentes, uso regular do fio dental e enxaguante bucal”, comenta. Dessa forma, procure seguir todas essas recomendações e não tome remédios que não indicados pelo especialista.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
André Alvim - Periodontista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ 24039


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal