16.09.2021

Dentes sensíveis: o que pode ser a causa?

Você tem lidado com dentes sensíveis? Descubra as principais causas do quadro e como tratá-lo corretamente
Você tem lidado com dentes sensíveis? Descubra as principais causas do quadro e como tratá-lo corretamente

A sensibilidade nos dentes é um dos problemas mais comuns que podem afetar a sua saúde bucal. Caracterizado por uma dor momentânea, que costuma surgir ao consumir algo frio ou quente, o quadro pode ser causado por diferentes fatores. Na maioria dos casos, o que causa sensibilidade nos dentes está relacionado ao estilo de vida do paciente. Para entender melhor sobre o assunto, conversamos com a dentista Vivian Marques, do Rio de Janeiro, que revelou os principais motivos por trás de dentes sensíveis e como tratá-los. Confira!

Dentes sensíveis: sintomas costumam ser momentâneos e dolorosos

A sensibilidade no dente é uma doença bucal conhecida pelos pacientes e que pode acometer mais da metade da população brasileira. Mas você sabe o que caracteriza esse quadro? De acordo com a especialista, é comum lidar com dentes sensíveis quando ocorre a exposição da dentina - tecido poroso sob o esmalte dentário.

“A sensibilidade dentária é definida como dor de curta duração, aguda e súbita, sugerida pela exposição dentinária em resposta a estímulos que não podem ser atribuídos a nenhuma outra forma de defeito ou patologia dental”, explica. Na prática, a sensibilidade no dente pode resultar em incômodos momentâneos, como dor ao consumir alimentos frios ou quentes, dor ao escovar os dentes ou aspirar ar frio.

As causas para sensibilidade no dente são variadas 

Segundo a especialista, a sensibilidade nos dentes é um quadro multifatorial. Isso significa que o sintoma pode ocorrer devido a diversos fatores, estando diretamente ligado ao estilo de vida do paciente. “Os principais agentes causadores de dentes sensíveis são a tensão, a ficção e a biocorrosão”, revela Vivian. Através deles, é possível mapear os maiores grupos de riscos para a sensibilidade no dente, sendo eles:

  • Pacientes que passaram por tratamento ortodôntico

  • Indivíduos com hábitos parafuncionais, como bruxismo

  • Indivíduos com doenças gástricas e distúrbios alimentares 

  • Atletas amadores ou profissionais 

  • Usuários crônicos de medicamentos ou substâncias ilícitas

Dentes sensíveis: o que fazer para tratar o problema?

Não saber o que fazer quando os dentes estão sensíveis é uma das principais dúvidas entre os pacientes. Nesse caso, não tem receita mágica: é preciso consultar um dentista qualificado. “Os agentes causadores da sensibilidade no dente estão relacionados ao estilo de vida do paciente e, por isso, é necessário um protocolo individualizado de tratamento, respeitando as peculiaridades de cada indivíduo”, explica a profissional. 

A partir da rotina do paciente, será possível escolher o melhor remédio para sensibilidade nos dentes. “Geralmente, o tratamento é baseado na aplicação de dessensibilizantes de forma associativa. Primeiro, utiliza-se os neurais, que agem diretamente nas fibras nervosas e depois os obliteradores, selando os túbulos dentinários”, revela Vivian. Vale ressaltar que os dessensibilizante obliteradores são escolhidos de acordo com o principal agente causador da sensibilidade no dente. Por isso, é tão importante consultar o seu dentista antes de iniciar qualquer tipo de tratamento. 

Dentes sensíveis: como aliviar com cuidados simples

Além do tratamento para sensibilidade no dente feito no consultório, existem alguns cuidados simples que podem ajudar a aliviar o quadro. Veja, a seguir, os principais deles de acordo com as causas da doença: 

- Dentes sensíveis causados por hábitos parafuncionais: o ideal é investir em medidas que ajudem a controlar o hábito de ranger e apertar os dentes. O uso de placa interoclusal, por exemplo, é uma medida que pode ser recomendada pelo profissional. “Além disso, é necessário que haja a conscientização da importância de manter os dentes desencostados, podendo ser auxiliado com lembretes ou aplicativos”, aconselha a dentista. 

- Dentes sensíveis ocasionados por fricção: a principal recomendação é diminuir a força dos movimentos durante a escovação. Outro cuidado importante é optar por escovas de dentes com cerdas macias e cremes dentais menos abrasivos.

- Dentes sensíveis relacionados à biocorrosão: pode-se utilizar produtos com fluoretos modificados, como fluoreto de estanho e de amina, que auxiliam na remineralização dos dentes.

Lembre-se: o uso de pasta de dente para sensibilidade requer o acompanhamento profissional 

Você já deve ter ouvido falar sobre as vantagens da pasta de dentes para sensibilidade, certo? O produto é, de fato, um dos grandes aliados na hora de combater os sintomas causados pelo quadro. No entanto, é importante ter em mente que o seu uso deve ser acompanhado e controlado por um profissional.

“Elas precisam ser prescritas pelo cirurgião dentista após a conscientização do paciente com relação ao fator causal que desencadeia o sintoma”, alerta a dentista. Caso contrário, o uso descontrolado desse creme dental pode mascarar os sintomas e não tratar o quadro efetivamente, fazendo com que ele evolua silenciosamente. 


Este artigo tem a contribuição da especialista:
Vivian de Oliveira Marques - Cirurgiã dentista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Mestranda em Odontopediatria pela UFRJ. 
CRO-RJ: 50874


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal