12.11.2018

Feridas na boca provocadas por alimentos: passo a passo de como se cuidar

Não esfregar o local para não danificá-lo ainda mais
Não esfregar o local para não danificá-lo ainda mais

Para muitos, alimentar-se é um dos maiores prazeres da vida. Comer traz sensação de felicidade . Mas, não há nada mais irritante do que ganhar uma ferida na boca que, muitas vezes, pode ser causada pelos próprios alimentos. Seja algo muito quente, muito duro ou espinhoso, a verdade é que alguns alimentos podem sim se transformar num problema para a cavidade bucal. A estomatologista Dulce Cabelho nos explicou um passo a passo do que fazer após o surgimento de uma ferida na boca provocada por alimentos.

O papel da alimentação na saúde bucal

A alimentação não está somente ligada à saúde geral. Existem “alimentos detergentes” que agem de formas incríveis para a saúde bucal, limpando a superfície dos dentes e evitando possíveis problemas bucais, como a cárie, a gengivite e outros. “Alguns alimentos mantém a imunidade e provocam a descamação de tecidos superficiais para a autolimpeza da língua e mucosas”, comenta a estomatologista. Vale lembrar que, quando falamos da limpeza feita por esses alimentos, estamos falando de algo superficial. Nada substitui a verdadeira limpeza feita com fio dental e escova de dentes e creme dental, certo?

Alimentos que podem provocar as feridas

Na lista de alimentos que podem provocar feridas, habitualmente, estão café, chá, abacaxi, batata palha, pão e outros. Sabe aquela casquinha do pão francês super quentinho e crocante que, de repente, bate no céu da boca? Já é o suficiente para provocar uma ferida chatinha que pode incomodar durante dias. Segundo a estomatologista, são comidas muito quentes, duras ou pontiagudas. Cada um desses alimentos pode provocar feridas em locais diferentes, como na mucosa da boca (a parte interior), na língua e até mesmo na gengiva.

Isso acontece porque esses alimentos danificam alguma sensibilidade da boca. “Eles podem provocar necrose tecidual e, posteriormente, úlceras ou bolhas em mucosa que variam de tamanho e extensão, e são muito dolorosas”, explica Dulce. Necrose é a morte das células de um tecido. Se acontece, a boca pode ficar mais exposta a outros problemas.

Passo a passo para os cuidados a seguir

Para Dulce, não há necessidade de evitar esse alimentos, apenas tomar as precauções e cuidados adequados para quando for ingeri-los. O passo a passo para cuidar bem das feridas e evitar que elas se desenvolvam para alguma situação pior é:

1 - Não esfregar o local para não danificá-lo ainda mais

2 - Manter uma dieta líquida e pastosa

3 - Prestar atenção na temperatura do alimento

4 - Tomar cuidado com alimentos pontiagudos

5 - Procurar o profissional adequado para que as providências corretas possam ser tomadas

6 - Manter a higienização de dentes e língua diariamente, tomando os devidos cuidados com o local afetado

Em qualquer situação, apenas um estomatologista pode fazer as recomendações necessárias para resolver o problema bucal. Dulce deixa claro que, em todos os casos, é o especialista quem pode fazer o diagnóstico e o uso de medicações caseiras e a escovação excessiva, sem o acompanhamento profissional, podem ser prejudiciais à ferida.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dulce Helena Cabelho Passarelli - Estomatologia, Patologia Bucal e Laserterapia
São Paulo, SP
CRO-SP: 35856


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal