08.04.2021

Como saber se sua restauração dentária está alta ou baixa demais?

O desnível da restauração no dente pode resultar em incômodos maiores. Saiba como identificar o problema e os cuidados necessários!
O desnível da restauração no dente pode resultar em incômodos maiores. Saiba como identificar o problema e os cuidados necessários!

A restauração no dente é um dos procedimentos mais realizados nos consultórios odontológicos. Capaz de restabelecer a forma e função do elemento dentário, o tratamento é bastante indicado em casos de cáries, traumas e fraturas. Mas, assim como qualquer outra técnica, a restauração em resina ou amálgama não está livre de possíveis complicações.

A falta de uniformidade entre o dente restaurado e os demais, por exemplo, é um problema que pode acontecer. Para te ajudar a identificá-lo, reunimos abaixo alguns sintomas que podem indicar que a sua restauração dentária está alta ou baixa demais. Confira!

Antes de tudo, entenda o que é a restauração no dente

De maneira geral, a restauração no dente nada mais é do que a reconstrução de um elemento dentário que possui danos causados por algum problema bucal, como cárie ou fratura. O processo tem como objetivo restabelecer a forma e função do dente afetado.

Para isso, a restauração dentária pode ser dividida em duas formas: direta ou indireta. Na primeira, o procedimento só é feito quando há a possibilidade de adicionar material diretamente no dente a ser restaurado. Já a restauração indireta, é recomendada para casos em que o desgaste e a cavidade são maiores, exigindo um preparo do material antes de ser encaixado no dente.

Como identificar uma restauração no dente alta ou baixa demais?

Notar a sua restauração dentária alta ou baixa demais é um quadro mais comum do que se imagina. Geralmente, o problema costuma ser identificado ainda durante a consulta, já que o primeiro sinal de que algo está errado é sentir os dentes encostados ao fechar a boca.

Quando isso não acontece, existem outros incômodos que podem sinalizar o erro no procedimento. A dor e sensibilidade nos dentes após a restauração dentária, por exemplo, são alguns deles. Embora esses sintomas sejam comuns por duas ou três semanas depois do tratamento, eles tendem a passar após esse período - caso contrário, pode indicar a necessidade de uma nova avaliação pelo profissional.

Problemas na restauração no dente exigem uma nova consulta com o dentista

Embora o desnível na restauração dentária pareça um quadro inofensivo, ele deve ser resolvido o quanto antes para evitar problemas maiores. Isso porque se a restauração no dente estiver mais alta ou mais baixa, mesmo que minimamente, os riscos de traumas dentários são maiores, já que o elemento tende a trabalhar com uma sobrecarga - o que pode danificar a resina ou amálgama, danificar o dente e sua estrutura de suporte e resultar em dores na região.

Além disso, a alteração pode prejudicar a musculatura e, consequentemente, causar dores e problemas na ATM. Por outro lado, uma restauração baixa demais pode resultar em prejuízos na função mastigatória da boca devido à falta do equilíbrio oclusal. Por isso, lembre-se: a qualquer sinal de problemas na restauração dentária é importante consultar um profissional especializado. Dessa forma, é possível garantir que a saúde do seu sorriso estará em dia.


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal