08.01.2021

Bruxismo: 6 mitos e verdades sobre essa disfunção que afeta a ATM e causa DTM

O bruxismo é uma disfunção que ainda gera dúvidas entre os pacientes. Confira abaixo alguns mitos e verdades sobre esse problema bucal!
O bruxismo é uma disfunção que ainda gera dúvidas entre os pacientes. Confira abaixo alguns mitos e verdades sobre esse problema bucal!

Você sabe tudo sobre bruxismo? Caracterizada pelo ato de ranger e apertar os dentes de forma involuntária, a disfunção é mais comum do que se imagina e pode resultar em diversos problemas bucais, como desgaste dentário, doenças periodontais e até mesmo a DTM. Justamente por isso, é importante estar por dentro das principais causas, sintomas e tratamentos do quadro. Só assim conseguimos diferenciar o que é mito e o que é verdade sobre o bruxismo. O Sorrisologia esclareceu as principais dúvidas desse problema. Confira!

1. “O bruxismo é mais comum no inverno”

Verdade. Você pode até duvidar, mas as baixas temperaturas também podem influenciar na sua saúde bucal e facilitar o desenvolvimento do bruxismo. Isso porque o distúrbio também está associado a problemas respiratórios, que são mais prevalentes no inverno. Dessa forma, a falta de ar causada pela obstrução das vias aéreas estimula a atividade cerebral e a frequência cardíaca, desencadeando o hábito de ranger os dentes.

2. “Pacientes com bruxismo não podem usar prótese dentária”

Mito. Justamente por se tratar de um quadro caracterizado pelo hábito de ranger os dentes, é comum que o uso da prótese dentária seja encarado como um problema. O que poucos sabem é que, além de promover a substituição do dente perdido, a prótese pode ajudar no tratamento do bruxismo. O motivo por trás disso é bem simples: o acessório é capaz de devolver a altura perdida nos dentes devido ao desgaste.

3. “O bruxismo pode causar DTM”

Verdade. Além de contribuir para o desgaste dos dentes, o bruxismo pode aumentar o risco de dores nos músculos da mastigação e, consequentemente, problemas na ATM. No entanto, vale lembrar que o bruxismo e DTM (disfunções temporomandibulares) não são a mesma coisa. Na verdade, o bruxismo é um fator que pode resultar na condição.

4. “Estresse e outros problemas emocionais não estão ligados ao quadro de bruxismo”

Mito. Ansiedade, estresse, raiva ou tensão também são fatores que podem provocar o bruxismo. Com a carga desses quadros emocionais, os mecanismos centrais acabam provocando uma contração excessiva dos músculos da face, o que é mantido por muito tempo e resulta no desgaste dos dentes. Por isso, é importante consultar um profissional para diagnosticar a causa da disfunção e, assim, garantir o melhor tratamento. Quando ligado às questões emocionais, manter um acompanhamento multidisciplinar, incluindo o psicólogo, é fundamental.

5. “O tratamento de bruxismo pode variar de acordo com a idade do paciente”

Mito. Geralmente, as medidas necessárias para combater o bruxismo são as mesmas em todas as idades. Ainda assim, algumas medidas específicas podem ser necessárias em crianças e adolescentes. No caso de bruxismo do sono, por exemplo, o uso da placa intraoral pode sofrer algumas alterações de acordo com a idade do paciente. Sendo assim, o ideal é consultar um dentista de confiança antes de iniciar qualquer procedimento.

6. “O bruxismo é hereditário”

Verdade. Para surpresa de alguns, existem algumas pesquisas que apontam um caráter genético em alguns tipos de bruxismo. Por esse motivo, é importante que o paciente se previna o quanto antes com relação à doença. Além disso, os pais que apresentam a disfunção também devem ficar em alerta com seus filhos para identificar os sintomas da condição.


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal