04.05.2018

Apneia do sono: condição afeta sua saúde bucal, podendo provocar gengivite e periodontite. Entenda!

Pacientes com apneia do sono não possuem somente problemas na hora do dormir. Confira de que outras formas esse quadro pode afetar, incluindo sua saúde bucal
Pacientes com apneia do sono não possuem somente problemas na hora do dormir. Confira de que outras formas esse quadro pode afetar, incluindo sua saúde bucal

Nada como deitar na cama e já cair no sono. É aquele tão esperado momento do dia que você para e relaxa. No entanto, para muitas pessoas, dormir não é sinônimo de descanso, isso porque elas sofrem de um distúrbio. “A apneia do sono, hipopneia ou SAHOS é uma condição caracterizada pela parada ou diminuição temporária da respiração várias vezes durante o sono”, explica a dentista Katyuscia Lurentt. E o que muitos não sabem é que esse quadro também pode provocar consequências na sua saúde bucal.

Saiba como a apneia do sono afeta a sua saúde bucal

Sabemos que o sono é essencial para a renovação de todo o organismo do paciente. E uma noite mal dormida já pode ser o suficiente para causar esse desequilíbrio. Assim acontece com pessoas que sofrem de apenia do sono. “Elas não conseguem se restabelecer física ou mentalmente durante o sono, já que acordam durante todo esse período”, comenta ela. Dessa maneira, o cansaço acaba prejudicando toda a rotina, como a diminuição da capacidade de atenção, por exemplo.

A apneia do sono pode ser provocada por diferentes causas, como um problema de origem neurológica ou alguma obstrução ou diminuição nas vias aéreas. Ela é uma condição crônica e há tratamentos possíveis. Para a saúde bucal, o quadro também oferece alguns riscos, como destacado pela profissional. “A apneia aumenta o índice de doenças periodontais, pois o paciente com a condição dorme de boca aberta, diminuindo o fluxo salivar, deixando a mucosa oral ressecada e, consequentemente, aumentando as doenças gengivais, como a gengivite e a periodontite”, explica.

Conheça os tratamentos para a apneia do sono

Principalmente por atrapalhar no momento de relaxamento do corpo, os pacientes com apneia do sono são logo encaminhados para os tratamentos. E as possibilidades são diversas. “Os dispositivos intrabucais mais utilizados são os aparelhos de avanço mandibular, indicados para pacientes com qualidade de dentes suficiente para ancoragem e retenção do dispositivo”, indica a dentista.

Já os aparelhos retentores de língua conseguem tracioná-la por sucção e são indicados aos pacientes desdentados totais. “Também existem procedimentos cirúrgicos que apresentam melhores resultados, pois o paciente resolve o problema em um ato, ficando mais livre dos dispositivos acima mencionados”, completa Katyusca. Para aqueles que possuem disfunções respiratórias nas válvulas respiratórias nasais pode ser feito a rinoplastia funcional.

Não deixe de procurar um especialista para diagnóstico e tratamento correto da apneia do sono

Além da sensação de cansaço, como quem não conseguiu relaxar durante a noite de sono, alguns outros sintomas podem ser observados no paciente que possui a apneia do sono, como ronco e respiração anormal. De todo modo, é importante um diagnóstico feito pelo profissional que identifique as causas corretas do problema, tome as medidas prévias necessárias e encaminhe o paciente para o tratamento mais adequado ao seu caso. Não deixe de conversar com seu dentista!

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Katyuscia Lurentt - Especializada em malformações da face e cirurgia ortognática e pós-graduada em cirurgia bucomaxilar
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 31787


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal