Aparelho dental fixo: veja os cuidados necessários antes de iniciar o tratamento ortodôntico

Pensando em colocar aparelho dental fixo? Veja como funciona o preparo para o início do tratamento ortodôntico!
Pensando em colocar aparelho dental fixo? Veja como funciona o preparo para o início do tratamento ortodôntico!

Você foi ao dentista e descobriu que deve iniciar o tratamento ortodôntico. Isso significa que alguns cuidados com os dentes devem estar na sua lista de prioridades a partir de agora. Além dos exames que costumam ser solicitados pelo ortodontista, existem outros fatores que também devem ser analisados pelo especialista antes do uso do aparelho dental fixo. Para entender melhor o assunto, nós conversamos com a dentista Caroline Malavasi, que é especialista em ortodontia. Confira!

O tratamento ortodôntico requer alguns exames específicos da cavidade bucal

Se você está pensando em utilizar aparelho dental fixo, é importante ter em mente que alguns exames são fundamentais para garantir a eficácia do tratamento ortodôntico. “O ideal é uma documentação completa com raio-x, fotos intraorais e extraorais e um escaneamento ou modelo de estudo para que o especialista possa traçar o plano de tratamento”, revela a dentista. Essa documentação possibilita que o ortodontista faça uma avaliação de toda arcada dentária e formação óssea do indivíduo e, com isso, esclareça algumas dúvidas comuns, como o aparelho ortodôntico mais recomendado para o seu caso, antes de dar início a esse processo.

Cuidar da saúde da gengiva é um pré-requisito para colocar aparelho dental fixo

Pode até parecer óbvio, mas para começar a usar o aparelho dental fixo é fundamental que a saúde da sua gengiva esteja em dia. Além de contribuir para a nutrição e proteção dos dentes, o tecido gengival é o grande responsável pela sustentação dos elementos. Justamente por isso, a ortodontista alerta: os tecidos gengivais não podem estar inflamados. Sendo assim, é importante que toda a adequação do meio bucal seja realizada previamente ao início do tratamento ortodôntico para evitar algumas doenças prejudiciais, como a gengivite e periodontite.

A extração de dente pode ser necessária para iniciar o tratamento ortodôntico

Ao contrário do que muitos pensam, a extração de dente é um procedimento que também pode ocorrer antes do início do tratamento ortodôntico. Nesse caso, a necessidade varia de acordo com o quadro de cada paciente. “Em situações nas quais não existe espaço o suficiente na arcada dentária, por exemplo, temos algumas alternativas possíveis, como desgastes interproximais e, quando possível, a expansão do arco”, explica a dentista. Por outro lado, o nascimento de um dente siso mal localizado pode indicar a necessidade da extração antes do uso do aparelho dental fixo. Ainda assim, é importante lembrar que o planejamento do tratamento ortodôntico deve ser feito de forma individual e com o acompanhamento de um ortodontista de confiança.

Cárie, restauração dentária com infiltração e outros problemas bucais podem impedir o uso do aparelho dental fixo

De acordo com a especialista, estar com a saúde bucal em dia é um dos pré-requisitos para dar início ao tratamento ortodôntico. “A adequação do meio bucal inclui a realização de uma profilaxia dentária previamente à instalação do aparelho e uma análise completa de que a sua saúde bucal está nas mais perfeitas condições”, afirma a Dra. Caroline. Nesse caso, a presença de alguns problemas bucais, como cáries, necessidades protéticas, tratamentos endodônticos e restaurações infiltradas, devem ser solucionados e tratados antes do uso do aparelho dental fixo.

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Caroline Malavasi - Especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, com consultório na Barra da Tijuca (RJ)

Rio de Janeiro - RJ


TODAS AS MATÉRIAS: aparelho ortodôntico