16.03.2021

Queilite: o que é, causas, sintomas, tratamentos... Saiba tudo sobre essa inflamação nos lábios

O uso de protetor labial é uma das principais formas de prevenir o surgimento da queilite. Saiba mais!
O uso de protetor labial é uma das principais formas de prevenir o surgimento da queilite. Saiba mais!

Você tem notado seu lábio ressecado e inchado? Isso pode ser um sinal de queilite! Embora pareça uma situação corriqueira e que não traz nenhum risco para sua saúde bucal, os sintomas podem servir de alerta para o processo inflamatório que, por sua vez, pode ser sinônimo de outras complicações, como déficit de vitaminas. Para entender melhor do que se trata a queilite, o Sorrisologia entrevistou a dentista Uila Ramos que esclareceu como o quadro surge e os cuidados necessários para tratar e evitar a doença. Confira!

Queilite: o que é?

Segundo a dentista, a queilite nada mais é do que um processo inflamatório que surge devido à exposição solar frequente e prolongada sem proteção, o que causa uma alteração crônica pré-maligna. “Clinicamente observa-se que o lábio inferior é o mais afetado. Além disso, a queilite acomete predominantemente pessoas de pele clara e com facilidade para sofrer queimadura solar quando exposta ao sol”, afirma a Dra. Uila. Outro fator de risco que também pode favorecer o desenvolvimento dessa doença é a imunidade baixa, que facilita a entrada de bactérias e causa a infecção.

Como identificar um quadro de queilite labial?

Se você estiver com um quadro de queilite, não vai ser muito difícil de perceber. Isso porque a doença apresenta sintomas bastante incômodos. “A queilite se manifesta pela presença de lesão no lábio inferior que se desenvolve-se lentamente com os seguintes aspectos: atrofia da faixa do vermelhão do lábio inferior, com superfície lisa e áreas de manchas esbranquiçadas, além de ser comum o apagamento da margem entre a parte o lábio e a faixa do vermelhão labial”, explica a especialista. Com a evolução do quadro, o paciente também pode lidar com escamação dos lábios e áreas de ulceração.

Os tratamentos mais indicados para queilite

Notou alguns sintomas de queilite? Então, é importante marcar uma consulta com um profissional qualificado o quanto antes. Depois de diagnosticada através do exame histopatológico, a queilite pode ser tratada de duas maneiras de acordo com a extensão da lesão:

- Procedimento cirúrgico: a técnica conhecida como shave labial - ou vermelhonectomia - remove a mucosa do lábio, enquanto uma parte da mucosa labial é estendida para auxiliar na cicatrização.

- Outras técnicas: ablação a laser de CO2 ou de érbio:YAG (Er:YAG); eletrodissecção, terapia fotodinâmica, quimioesfoliação.

É possível prevenir a inflamação nos lábios?

Quando o assunto é prevenção, existem alguns cuidados simples e diários que podem evitar o surgimento das lesões causadas pela queilite. A proteção solar, por exemplo, é o principal deles. “Fazer uso de protetor solar labial com FPS adequado para a cor de pele diariamente, seguindo as orientações de aplicação prescritas pelo fabricante do produto, é fundamental”, revela a dentista. Além disso, manter uma dieta balanceada com alimentos que contribuem para o aumento da imunidade, como a laranja, morango e limão, também pode ajudar a evitar a queilite.

Este artigo contou com a participação de:
Uila Ramos da Silva - Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, Ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife

CRO-PE 10.380 


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal