21.09.2020

Escaneamento intraoral: o que é? Para que serve? Conheça mais sobre essa tecnologia na odontologia

Saiba mais sobre o escaneamento intraoral e os benefícios para os tratamentos odontológicos
Saiba mais sobre o escaneamento intraoral e os benefícios para os tratamentos odontológicos

A tecnologia e a odontologia andam lado a lado. As novas técnicas podem ser usadas para tratar uma cárie ou colocar implantes dentários de uma maneira menos invasiva. Toda essa evolução se deve ao planejamento prévio dos procedimentos odontológicos. Entre as novidades está o escaneamento intraoral - já ouviu falar nesse método? O Sorrisologia entrevistou a dentista Rhianna Barreto que explicou mais sobre o assunto.

O que é o escaneamento intraoral? Entenda mais sobre essa tecnologia

O escaneamento intraoral, também chamado de modelagem digital, facilita o atendimento do paciente durante as consultas. "É um método de reprodução dos dentes em 2D ou 3D, através de uma câmera scanner que filma e digitaliza a arcada dentária, incluindo tecidos de difícil alcance. As imagens são de qualidade excelente e esse escaneamento pode ser reproduzido em modelos 3D, na criação de próteses e na confecção de aparelhos personalizados", explicou a especialista.

Além disso, os pacientes conseguem visualizar em uma pequena tela o interior da boca, enquanto o procedimento está sendo feito. Assim, o escaneamento aponta exatamente onde o acúmulo está maior e direciona o paciente de onde a higiene bucal deve ser feita com mais atenção.

Casos em que o escaneamento intraoral pode ser usado

O escaneamento intraoral pode ser utilizado para confecção de:

- Próteses;

- Coroas;

- Implantes;

- Placas de bruxismo;

- Aparelhos personalizados, como o invisível.

O método também presenta maior precisão e previsibilidade dos tratamentos.

Os benefícios dessa tecnologia para o paciente e o dentista

O escaneamento intraoral proporciona imagens de alta qualidade, substituindo as moldagens convencionais. "Isso diminui o tempo de trabalho do dentista. Além disso os trabalhos podem ser impressos no mesmo dia, ou seja, todo tratamento pode ser realizado em um único dia no consultório", concluiu Rhianna.

O processo gera o modelo virtual da arcada do paciente, copiando tanto os tecidos duros, dentes, quanto os moles, gengiva. Com isso, o profissional pode avaliar melhor quais procedimentos fazer e consegue ter mais precisão em suas decisões.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ:37448


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal