08.11.2021

Desmineralização dos dentes causa hipersensibilidade?

Desmineralização dos dentes causa (hiper)sensibilidade?

Entender o que é hipersensibilidade dentinária e quais são as suas principais causas faz toda a diferença na hora de prevenir e tratar o transtorno. Os dentes sensíveis costumam estar associados ao processo de desmineralização dental, que consiste na perda de substâncias importantes para a saúde dos dentes e a proteção do esmalte dentário. Além das reações de hipersensibilidade, a desmineralização dos dentes favorece o surgimento de cáries. A seguir, a cirurgiã-dentista Ana Elisa da Silva explica quais são os fatores que influenciam a desmineralização e desencadeiam a hipersensibilidade dos dentes e o que fazer para evitar ou corrigir o problema.

Como ocorre a desmineralização dos dentes? 

Para compreender melhor as causas da hipersensibilidade dentinária, é importante entender também como ocorre o processo de desmineralização e mineralização dos dentes (conhecido como “DES-RE”). 

O DES-RE é um processo fisiológico caracterizado pela perda e ganho de substâncias importantes para a composição do esmalte dentário - em especial, íons, cálcio e potássio. Quando o esmalte (camada externa dos dentes) perde mais minerais do que ganha, acontece a desmineralização. Esse desequilíbrio é o primeiro passo para o surgimento de cáries e o desenvolvimento de hipersensibilidade dos dentes. 

Segundo dra. Ana Elisa, entre as principais causas para o problema, estão: “o consumo de alimentos e bebidas ácidas e doces (refrigerantes, sucos, balas, chocolates) associado à higiene dentária precária e falta de uso do fio dental”. A especialista também cita outros fatores, como  “uso de medicamentos, erosão dentinária, bruxismo e estresse”.

Desmineralização do dente: sintomas incluem hipersensibilidade dentinária e cáries

Com a desmineralização dos dentes, o esmalte dentário sofre um desgaste e a dentina (camada interna dos dentes) passa a ficar desprotegida. “Ocorre a perda de estrutura dos dentes e esses tecidos, ao ficarem mais expostos, se comunicam mais facilmente com o nervo dental e ocasionam o desconforto e a dor [característicos da hipersensibilidade]”, explica Dra. Ana Elisa.

Se o(a) paciente tem dúvidas sobre o que pode ser sensibilidade no dente, o aconselhável é agendar uma consulta com um cirurgião-dentista para receber o diagnóstico correto e dar início ao tratamento adequado. O transtorno tem como principal sintoma uma sensibilidade excessiva a estímulos térmicos, químicos e táteis.

Como reverter a desmineralização dos dentes e tratar a hipersensibilidade dentinária?

O cirurgião-dentista é o profissional qualificado para orientar sobre o que fazer quando os dentes estão muito sensíveis. O tratamento para a hipersensibilidade dentinária pode envolver mudanças de hábitos e outros recursos com foco na remineralização dos dentes. 

“Em primeiro lugar, recomenda-se remover os agentes causadores da doença, ou seja, melhorar a dieta e a higiene bucal. O uso de creme dental com flúor [que aumenta a resistência do esmalte dentário] e o hábito de higiene com fio dental também são indicados“, orienta a profissional. Por fim, deve-se manter uma ingestão de água adequada e uma dieta equilibrada, de boa qualidade e quantidade salivar.

Esse artigo contou com a participação de:
Ana Elisa da Silva - Mestre em Clínica Odontológica, especialista em periodontia e capacitada para o atendimento da Halitose (Mau Hálito). Habilitada em Laserterapia e profissional indicada pela ABHA (Associação Brasileira de Halitose).
CRO-RS: 13490


Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: sensibilidade