02.03.2021

Dente furado: o que fazer? É possível recuperá-lo? Quais são as causas do problema bucal? Dentista explica!

Um dente furado pode ser sinônimo de cárie e outros problemas bucais. Veja como tratar e evitar o quadro com a ajuda de uma especialista!
Um dente furado pode ser sinônimo de cárie e outros problemas bucais. Veja como tratar e evitar o quadro com a ajuda de uma especialista!

Você notou a presença de um dente furado na boca? Esse problema é muito comum em pessoas que não praticam uma boa higiene bucal e pode ser um sinal de alerta para presença de cárie. Embora seja um problema bastante comum, o dente furado pode resultar em incômodos maiores, como mau hálito, sensibilidade nos dentes e inchaço na gengiva. Por isso, é importante ter em mente quais cuidados são necessários para tratar e até mesmo prevenir o surgimento de um dente furado. Pensando nisso, o Sorrisologia entrevistou a dentista Kalina Diniz que esclareceu as principais dúvidas sobre o assunto.

Dente furado: entenda as principais causas do problema

O dente furado, também conhecido como dente cariado, nada mais é do que uma infecção causada por bactérias presentes na boca, que se acumulam formando placas duras e difíceis de serem removidas com a escovação dos dentes feita em casa. Por esse motivo, a principal causa de um dente furado é a má higiene bucal. Mas, de acordo com a dentista, existem outros fatores que também podem influenciar no quadro. “O consumo exagerado de alimentos doces e refrigerantes e a ausência de consultas com um dentista podem contribuir para o problema”, alerta.

Quais os sintomas de dente furado?

- Gengiva inchada;
- Mau hálito;
- Manchas marrons ou brancas nos dentes;
- Sensibilidade dentária constante, a qual piora com a ingestão de doce e bebidas frias ou quentes;
- Presença de orifícios nas regiões cariadas.

É importante lembrar que, quando não diagnosticado e tratado corretamente, o dente furado pode resultar em quadros mais perigosos. “Problemas como infecções, abscessos, doenças periodontais e até a perda dentária, são possíveis resultados de dente furado não tratado”, afirma a profissional.

Dente furado: como tratar?

Ao contrário do que muitos pacientes acreditam, um dente furado pode, sim, ser recuperado. No entanto, o processo vai depender da avaliação de um cirurgião-dentista, que recomenda o tratamento mais adequado para cada caso. “Existem diferentes níveis de cárie - desde a superficial a muito profunda. Por isso, os tratamentos podem variar de uma restauração com material específico, como a resina composta, a um tratamento endodôntico com pinos intra-radiculares e prótese. No entanto, quando há perda total do elemento, a indicação é o implante dentário”, explica a dentista.

Os cuidados para prevenir um dente furado

Quando se trata de saúde bucal, o melhor remédio sempre é a prevenção. Uma mudança simples na rotina de escovação, por exemplo, pode ser o suficiente para evitar o surgimento de um dente furado. Confira abaixo essa e outras dicas da Dra. Kalina para prevenir o quadro:

- Manter uma boa higiene bucal após as refeições, principalmente à noite.
- Investir em uma dieta saudável e equilibrada, incluindo alimentos que ajudem na limpeza dos dentes;
- Evitar o consumo de açúcares e refrigerantes;
- Fazer visitas periódicas ao dentista;
- Não esquecer de ingerir, pelo menos, dois litros de água por dia.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Kalina Diniz - Dentística e Odontologia Estética
São Paulo - SP
CRO-SP: 110560


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal