01.03.2021

Como a tecnologia 3D contribui para a odontologia? Veja 4 casos em que essa inovação pode ser usada

A tecnologia 3D oferece um planejamento virtual que pode beneficiar o diagnóstico e tratamento de quadros na odontologia. Veja como a inovação funciona na prática!
A tecnologia 3D oferece um planejamento virtual que pode beneficiar o diagnóstico e tratamento de quadros na odontologia. Veja como a inovação funciona na prática!

Que a tecnologia 3D tem se tornado uma grande aliada para a odontologia não é novidade. Trazendo grandes avanços para diagnóstico e tratamento de doenças, ela oferece mais modernidade e precisão para os profissionais da área. Mas será que você sabe como isso funciona na prática? Ou em quais casos essa inovação pode ser usada? Para entender um pouco mais sobre o assunto, o Sorrisologia preparou uma matéria junto ao dentista Alexandre Teixeira para revelar como a tecnologia 3D contribui para a odontologia. Acompanhe!

Tecnologia 3D: como funciona?

A tecnologia 3D traz sempre o que há de mais moderno e tecnológico e, é claro que, para odontologia não poderia ser diferente. De acordo com o dentista Alexandre, a funcionalidade dessa inovação pode ser a chave para o sucesso nos diagnósticos e tratamentos de diversas doenças. “Ela funciona através da aquisição de imagens digitais obtidas por tomografias computadorizadas, escaneamento intra oral das arcadas dentárias e, até mesmo, escaneamento extra oral da face do paciente”, explica. Essas imagens, por sua vez, são processadas em softwares específicos e, por serem tridimensionais, permitem uma série de recursos para auxiliar no tratamento dentário dos pacientes.

Os benefícios da tecnologia 3D

Segundo Alexandre, essa tecnologia oferece mais rapidez e segurança ao paciente e ao dentista. “A tecnologia 3D torna o diagnóstico, o planejamento, a execução e o acompanhamento dos trabalhos propostos pelo dentista mais rápidos e precisos”, afirma. Isso porque a excelência no atendimento odontológico sempre foi dependente de inúmeros fatores e, com a crescente utilização dos processos digitais, a melhoria da qualidade do tratamento é inegável.

4 situações em que a tecnologia 3D pode ser usada na odontologia

Muito se fala sobre os benefícios que a tecnologia 3D oferece para a odontologia, mas pouco se sabe sobre como a inovação funciona na prática. Para desvendar esse mistério, reunimos cinco situações em que a tecnologia 3D pode ser usada a favor de dentistas e pacientes. Veja abaixo:

- Guias cirúrgicos: criados através de impressoras 3D, eles garantem diagnósticos e planejamentos cirúrgicos mais precisos, especialmente no caso de implantes dentários. Esses guias costumam ser impressos em resina especial e, por isso, ajudam o profissional na instalação dos implantes na posição exata em que foi planejada.

- Cirurgias estéticas: com a união dos arquivos digitais obtidos pelo escaneamento e tomografia, as cirurgias estéticas de gengiva e até mesmo outras mais complexas também são beneficiadas,  já que o planejamento e o procedimento cirúrgico se tornam mais rápidos e precisos.

- Restauração e próteses dentárias: através do uso de arquivos digitais com imagens 3D, é possível garantir um tratamento odontológico mais eficaz. Isso porque softwares específicos podem criar projetos de restaurações e até mesmo de próteses dentárias mais complexas. Esses projetos digitais são enviados para uma central de usinagem, tipo CAD-CAM - que hoje pode estar dentro do consultório dentário - para a fabricação completa dos trabalhos planejados.

- Alinhadores ortodônticos e placas de bruxismo: assim como as próteses, os alinhadores ortodônticos e as placas de bruxismo também podem ser feitos dentro do fluxo digital com os recursos do escaneamento e da impressão 3D. Além disso, alguns softwares permitem acompanhar e monitorar, através da sobreposição das imagens escaneadas em momentos diferentes, a evolução do desgaste dental e a movimentação ortodôntica.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Alexandre Teixeira - Odontologista especializado em prótese dentária e mestre em periodontia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro.
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 18353-2


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal