14.04.2021

Antibióticos em excesso estragam os dentes?

O uso de antibióticos específicos durante a infância pode trazer prejuízos para saúde bucal na fase adulta. Saiba mais!
O uso de antibióticos específicos durante a infância pode trazer prejuízos para saúde bucal na fase adulta. Saiba mais!

Quando se trata de saúde bucal, existem alguns hábitos simples e rotineiros que podem trazer alguns prejuízos para o seu sorriso. Mas será que o uso excessivo de antibióticos pode ser um deles? Embora alguns pacientes acreditem que esse tipo de medicamento quando usado de forma inadequada seja associado a bactérias e, consequentemente, a formação de cáries e outros problemas bucais, a realidade não é bem assim. Para entender melhor sobre o assunto, o Sorrisologia conversou com a odontologista Ana Elisa que esclareceu se antibióticos podem ou não deixar os dentes fracos e quebradiços.

Antibióticos estragam os dentes: mito ou verdade?

Depende. De acordo com a dentista, a maioria dos antibióticos receitados por profissionais da saúde não causam danos e prejuízos à estrutura e estética dos dentes. “Na verdade, há uma grande confusão em relação a essa informação. Existe apenas uma classe de antibiótico que quando ingerida na infância, durante o período de formação dos dentes permanentes, que afeta a constituição dos tecidos”, explica a Dra. Ana.

Nesse caso, os medicamentos com tetraciclina são os únicos grandes responsáveis pelos danos causados aos dentes. Isso porque essa substância tem afinidade pelo esmalte dental que provoca a pigmentação intrínseca e escurecimento dos dentes pela sua deposição no cálcio dental em formação.

O uso excessivo de antibióticos pode trazer consequências para saúde bucal

Apesar de nem todos os antibióticos provocarem danos à saúde bucal, o uso excessivo da tetraciclina durante a infância pode resultar em alguns problemas. Para surpresa de alguns, o motivo por trás disso está relacionado não só a substância em si, mas como a sua composição. “Os medicamentos administrados nessa fase são apresentados na forma de xaropes açucarados, ácidos e espessos e costumam ser administrados de duas a três vezes por dia, trazendo um risco para a formação de cárie”, relaciona a especialista.

Os cuidados necessários para manter a saúde bucal durante o uso de antibióticos

O uso de antibióticos com tetraciclina não precisa ser sinônimo de cáries e dentes escuros. Ainda que, em alguns casos, o uso prolongado desses medicamentos seja necessário durante a infância, existem alguns cuidados que podem ajudar a manter a saúde e a estética do sorriso do seu pequeno. Manter uma boa higiene bucal, por exemplo, é o principal deles. Para isso, é importante incluir o uso de fio dental e cremes dentais com flúor na rotina de limpeza.

Outro fator que merece atenção redobrada é a alimentação. “Evitar ainda mais a ingestão de doces nesse período é fundamental”, alerta a profissional. Além disso, é importante realizar a higiene bucal infantil após a administração desses antibióticos, principalmente durante a noite ou madrugada.

Esse artigo contou com a participação de:
Ana Elisa da Silva - Mestre em Clínica Odontológica, especialista em periodontia e capacitada para o atendimento da Halitose com indicação da ABHA (Associação Brasileira de Halitose). Habilitada em Laserterapia.

CRO-RS: 13490


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal