26.04.2021

Alimentos rígidos podem quebrar dentes?

Entenda como o consumo de alimentos duros pode resultar em um dente quebrado e os cuidados necessários para prevenir o quadro
Entenda como o consumo de alimentos duros pode resultar em um dente quebrado e os cuidados necessários para prevenir o quadro

Não é novidade que manter uma boa higiene bucal é fundamental para evitar um dente quebrado. Mas, o que poucos pacientes sabem é que, a alimentação também é um dos fatores que podem facilitar o surgimento desse quadro. Isso porque existem alguns alimentos rígidos e duros, como pipoca, sementes e guloseimas, que podem quebrar um dente que já esteja fragilizado. Para entender melhor o assunto e prevenir a sua saúde bucal, reunimos os principais alimentos que podem contribuir para um dente quebrado.

O que pode causar um dente quebrado?

Não se deixe enganar: para um dente quebrar com alimentos rígidos, ele precisa já estar fragilizado previamente. Mesmo que não possua uma razão aparente para a fratura, o quadro sempre está relacionado a algum problema bucal que cause danos à estrutura do dente. A reabsorção dentária interna ou externa, por exemplo, é um dos motivos por trás de um dente quebrado. Isso porque a condição provoca a inflamação da polpa dentária, que é a superfície mais interna do dente, fazendo com que eles sejam reabsorvidos e se tornem cada vez mais finos.

Além disso, situações como cárie profunda, traumas e utilizar o dente para abrir algum objeto são exemplos que podem resultar nessa quebra, já que aumentam os riscos de comprometimento de grande parte da coroa dental. Dessa maneira, a estrutura fica mais enfraquecida, o que favorece o aparecimento de danos.

Dente quebrado: entenda como a alimentação pode influenciar no quadro

Você já deve ter ouvido falar que os alimentos duros podem provocar fratura dentária, certo? No entanto, a relação desse tipo de alimentação com a quebra de um dente pode envolver outros fatores, especialmente o estado da saúde bucal do paciente. Isso porque dentes saudáveis tendem a ter uma estrutura bastante resistente, o que dificilmente pode resultar em fraturas com o consumo de alimentos rígidos, sendo mais comum a quebra causada por traumas, acidentes e quedas. Por outro lado, dentes com cáries e outros problemas bucais possuem riscos maiores de fratura devido ao impacto e a força gerada durante a mastigação. Uma boa maneira de evitar esse problema é ir ao dentista regularmente para examinar a integridade dos dentes e sua saúde bucal. Assim, você consegue tratar quaisquer problemas que apareçam antes que eles causem danos à estrutura do elemento dental. 

9 alimentos rígidos que podem quebrar dentes

Nenhum dos alimentos dessa lista consegue quebrar dentes saudáveis. Mas é importante salientar que eles podem afetar aqueles que já tenham sofrido algum tipo de impacto anteriormente. Por isso, procure um dentista para analisar sua saúde bucal e saber se deve evitar os itens listados abaixo.

- Amendoim;
- Balas duras;
- Castanhas;
- Cubos de gelo;
- Milho na espiga;
- Milho de pipoca;
- Nozes;
- Pé de moleque;
- Sementes.

Os cuidados necessários para evitar um dente quebrado

- Mantenha uma boa rotina de higiene bucal, incluindo o uso de creme dental com flúor, enxaguante bucal e e fio dental;

- Evite o consumo excessivo de bebidas alcóolicas;

- Não fume;

- Consulte o seu dentista a cada seis meses para identificar qualquer problema possível no seu sorriso.


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal