16.05.2022

Clareamento nos dentes: deixar o produto mais tempo que o indicado clareia mais os dentes?

O gel clareador dental deve ser usado apenas pelo tempo indicado pelo dentista, o que garante um tratamento efetivo, sem causar danos à saúde bucal
O gel clareador dental deve ser usado apenas pelo tempo indicado pelo dentista, o que garante um tratamento efetivo, sem causar danos à saúde bucal

Aprender a usar o gel clareador dental na medida certa, seguindo as orientações do dentista, é muito importante para garantir bons resultados com o tratamento. Mas, você já se perguntou o que acontece ao deixar o produto por mais tempo? Será que o efeito de clareamento dos dentes, nesse caso, tende a melhorar? Para responder essas e outras questões, o Sorrisologia conversou com a dentista Uila Ramos, que falou mais sobre os cuidados que devem ser tomados durante o clareamento dental caseiro.

Gel clareador dental pode ser usado por mais tempo que o indicado?

Antes de tudo, é importante entender como funciona o processo de clareamento dental e por que é necessário seguir sempre as recomendações do dentista. De acordo com a Dra. Uila Ramos, esse tipo de tratamento odontológico tende a deixar os dentes mais sensíveis, o que exige uma série de cuidados. 

“A ação clareadora acontece porque o agente clareador atravessa o esmalte dental e, ao chegar na dentina, quebra as longas cadeias de carbono (liberando água e oxigênio) presentes na composição orgânica deste tecido e, assim, altera a cor dos dentes. O excesso de clareamento não vai deixar os dentes mais brancos além do resultado normal”, esclarece a profissional. 

A Dra. Ramos destaca que o excesso de exposição ao gel clareador - tanto no clareamento caseiro quanto no de consultório - pode causar sérios problemas para os dentes e a gengiva. Por isso, usá-lo de forma adequada é fundamental para a saúde bucal. 

“A exposição excessiva ao gel clareador poderá enfraquecer a estrutura do esmalte pela dissolução dos seus prismas, porque essa exposição ultrapassa o ponto de saturação. Os danos ao esmalte podem ser notados com o aspecto de erosão dental. A hipersensibilidade dentária e inflamação gengival também são efeitos relatados. Além disso, dentro dos limites de normalidade, o clareamento produz uma maior permeabilidade (de natureza transitória) da superfície dentária ao atingir a cor desejada. Se o paciente faz uso abusivo do gel clareador, há grande risco de danos pulpares pela difusão facilitada do agente clareador através da dentina e que atinge a polpa”, explica a especialista.

Clareamento dental caseiro: quais cuidados tomar?

Além de evitar alimentos muito ácidos ou com corantes, que podem comprometer o tratamento, e tomar cuidados com a higiene bucal (utilizar creme dental para dentes sensíveis, por exemplo), é muito importante seguir as orientações do dentista. “É necessário comparecer pontualmente às consultas para a supervisão do cirurgião-dentista. Se sentir sensibilidade, deve informar imediatamente ao dentista e seguir as orientações profissionais para o caso”, orienta a Dra. Ramos. 

Vale destacar, ainda, que cada tipo de gel clareador demanda um uso específico. Por isso, é muito importante seguir as instruções do produto, sem alterar as etapas de clareamento por conta própria. “Aplicar corretamente a quantidade de gel clareador na moldeira e usar apenas o tempo por dia e durante a quantidade de dias prescritos pelo cirurgião-dentista (cada gel clareador com sua respectiva concentração possui uma prescrição própria e não deve ser excedida sob o risco de danos e efeitos adversos)”, destaca a dentista.

“Não adianta querer colocar quantidade de gel clareador na moldeira mais do que o recomendado, porque, ao posicionar a moldeira, poderá ocorrer extravasamento do conteúdo e causar lesão química na gengiva e/ou erosão dentária em áreas de dentina exposta ou restaurações deficientes, Lembre-se de que o gel clareador deve tocar apenas as superfícies vestibulares dos dentes”, complementa a profissional.

Quais as vantagens do clareamento dental com moldeira?

Você já se perguntou quais são as vantagens de fazer clareamento nos dentes em casa? De acordo com a dentista, quando feito de forma adequada (com o uso correto do gel clareador e da moldeira), esse tipo de tratamento costuma ser mais prático. 

“É de fácil aplicação, demanda pouco tempo clínico de supervisão no consultório (embora precise da supervisão do cirurgião-dentista para avaliar o progresso, orientar e prevenir eventuais danos), o clareamento se concretiza de forma lenta e gradativa, causa menos sensibilidade (em relação à modalidade de consultório), é menos agressivo e proporciona bons resultados quando indicado para os casos certos”, finaliza a especialista.


Tags:

higiene bucal saúde bucal dentes sensibilidade clareamento dental tratamentos

Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal