18.05.2022

Para quais casos os alinhadores invisíveis não são indicados?

O alinhador invisível só pode ser utilizado caso o paciente esteja com a saúde bucal em dia (com uma boa higienização e livre de doenças periodontais)
O alinhador invisível só pode ser utilizado caso o paciente esteja com a saúde bucal em dia (com uma boa higienização e livre de doenças periodontais)

Que tal usar um aparelho ortodôntico que não compromete a estética do seu sorriso? O alinhador invisível é justamente uma opção bastante discreta e funcional para realizar o tratamento ortodôntico. No entanto, será que ele pode ser usado em qualquer situação? Para saber mais sobre as vantagens e contraindicações dos alinhadores ortodônticos, o Sorrisologia conversou com a cirurgiã-dentista Marcelle Reis, que tem título de Invisalign Doctor e especialização em Ortodontia. 

Alinhadores estéticos: para que servem?

De acordo com a dentista Marcelle Reis, os alinhadores cumprem a mesma função do aparelho ortodôntico fixo. No entanto, são modelos removíveis e não ficam aparentes nos dentes, o que pode ser bem vantajoso. “Os alinhadores invisíveis são uma nova ferramenta para o tratamento ortodôntico. São placas transparentes, praticamente invisíveis, confeccionadas em material termoplástico. Elas se encaixam perfeitamente nos dentes, fazendo com que se movimentem conforme um planejamento ideal. Nesse planejamento, criamos um passo a passo do tratamento pretendido e, a partir daí, obtemos uma sequência de alinhadores que serão responsáveis pela mudança na posição dos dentes”, explica a especialista.

Vale destacar que o alinhador não promove apenas a mobilidade dental, como também pode auxiliar no tratamento de outros problemas bucais. Por ser removível, ele facilita a higiene bucal, reduz os riscos de cáries e ainda permite a realização de procedimentos odontológicos durante o tratamento. “Os alinhadores são responsáveis pelo alinhamento dos dentes e correção de algum tipo de má oclusão, como por exemplo apinhamento, mordida cruzada ou aberta e diastemas”, complementa a profissional. 

Afinal, quando os alinhadores invisíveis não são indicados?

De acordo com a Dra. Reis, não existem muitas contraindicações para o uso do alinhador invisível. No entanto, antes de iniciar o tratamento, é fundamental que o paciente se comprometa com o uso e esteja com a saúde bucal em dia. “Doença periodontal ativa e não controlada é um fator de contraindicação, bem como pacientes que não são colaboradores. Afinal, por ser um aparelho removível, a responsabilidade do tratamento é compartilhada com o paciente”, destaca a especialista.

A especialista destaca, ainda, que o alinhador invisível pode ser usado por crianças a partir dos 6 anos, sem muitas restrições, e por adultos e idosos que tenham uma boa saúde oral. Basta que haja sempre o acompanhamento de um profissional especializado. De acordo com a Dra. Reis, inclusive, recorrer ao alinhador invisível vem sendo cada vez mais vantajoso, principalmente por conta dos avanços desse modelo.

“Apesar de muitas pessoas ainda duvidarem e acreditarem que os alinhadores só tratam casos simples, a evolução da tecnologia envolvida na confecção dos alinhadores invisíveis nos últimos 20 anos foi surpreendente, proporcionando materiais e programas cada vez mais precisos. Atualmente, ele é capaz de tratar casos simples, como recidivas de tratamentos e até casos com extrações, ou mesmo associados com cirurgia ortognática. Não há uma contraindicação absoluta para o seu uso em casos mais severos, visto que podemos fazer tratamentos híbridos recorrendo à aparatologia para melhorar o resultado do tratamento”, afirma a dentista.

Como substituir o aparelho dental invisível em casos de contraindicações

O que fazer quando não é possível usar o alinhador invisível? De acordo com a dentista, existem outros tipos de aparelhos ortodônticos que podem ser utilizados em diferentes situações. “Para aqueles pacientes em que o uso não é aconselhado, mas a estética é um fator preponderante, podemos utilizar aparelho fixo estético, cujos bráquetes são discretos e se assemelham à cor dos dentes. Já para aqueles que não são apegados a essa questão, sempre podemos utilizar o bom e velho aparelho fixo metálico. Todos os aparelhos exercerão a mesma função e devem alcançar os mesmos resultados, porém alguns em mais tempo que outros e com menor conforto e praticidade”, finaliza.


Tags:

saúde bucal dentes aparelho ortodôntico tipos de aparelhos tratamentos

Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal