O que fazer quando o piercing na boca inflama?
Caso o seu piercing na boca inflame, o melhor a se fazer é procurar um dentista o mais rápido possível para que ele possa tratar o problema e evitar que ele comprometa sua saúde bucal
Caso o seu piercing na boca inflame, o melhor a se fazer é procurar um dentista o mais rápido possível para que ele possa tratar o problema e evitar que ele comprometa sua saúde bucal

Publicador de Conteúdos e Mídias

O piercing na boca inflamou: o que fazer?

Você sabe o que fazer se o piercing bucal inflamar?Conversamos com a dentista Priscila Almeida para entender como agir nesses casos para não prejudicar sua saúde bucal. Confira!

24/07/2023

Compartilhar em suas redes

Publicador de Conteúdos e Mídias

Você sabe o que fazer quando um piercing na boca inflama? Muito mais que um acessório ou uma forma de expressão, essa joia é um objeto estranho que perfura a sua pele, e é esperado que seu corpo reaja com um processo inflamatório, com o objetivo de expulsá-lo do local colocado.

Por isso, é importante estar ciente dos riscos e saber como agir caso surja algum problema. O Sorrisologia em parceria com a dentista Priscila Almeida, vai compartilhar dicas de tratamento e prevenção da inflamação, para que você possa usar o seu piercing sem preocupações. Afinal, a saúde deve vir sempre em primeiro lugar. Pronto para aprender mais? Acompanhe!

O que pode causar inflamação do piercing da boca?

Existem várias razões pelas quais o piercing na boca pode inflamar. Uma das causas mais comuns é a infecção. Quando o piercing é colocado, há uma abertura na pele que pode permitir a infiltração de bactérias e outros microrganismos, quando eles entram em contato com o local ainda ferido, acaba resultando no processo inflamatório.

Além disso, a dentista ressalta outras causas do problema que devemos ficar atentos: “Má higiene bucal, presença de alimentos na região do piercing, acessório não colocado por um especialista e acessório contaminado”. Por isso é fundamental seguir todos os cuidados necessários com a higiene para evitar a inflamação.

Cuidados para ter com o piercing da boca inflamado

Se você está com vermelhidão, inchaço e dor no local do piercing nas primeiras semanas após a colocação, Priscila recomenda que a melhor escolha é correr para o dentista para prevenir maiores complicações.

“Quando a região está inflamada, algumas pessoas sequer conseguem colocar a mão. Se o paciente conseguir remover o acessório em casa e ir para o dentista, pode fazer também”. O importante é não ignorar os sintomas de inflamação e procurar ajuda para tratamento.

De acordo com um estudo publicado na Faculdade de Ciências da Saúde (UFP), de Portugal, em casos de inflamação ou dor aguda, além da remoção imediata do piercing, são prescritos um colutório de clorexidina (que ajuda a reduzir o acúmulo de placa bacteriana e o foco inflamatório) e um anti-inflamatório sistêmico. Dependendo do caso, o dentista também pode avaliar uma possível prescrição de antibiótico por alguns dias. 

O piercing na boca pode trazer problemas para a saúde bucal mesmo estando "saudável"?

Mesmo já cicatrizado e sem nenhum sinal de inflamação, a dentista afirma que todos os piercings localizados na parte interna da boca podem causar problemas. Os mais comuns são: “Trincamento dos dentes, alterações na fala, sangramento excessivo, e também são uma porta de entrada para bactérias causadoras de infecções graves”, revelou.

Mas, se mesmo assim você quiser investir nesse acessório, precisa seguir algumas recomendações. A primeira é colocar a joia com um profissional body piercing licenciado e de confiança. Outras dicas são: investir em uma joia de ouro ou aço inoxidável, materiais que a pele aceita bem, e cuidar do local nas primeiras semanas após a colocação. 

Com essas medidas, você terá um bom processo de cicatrização e vai evitar qualquer processo inflamatório.

Quais são os cuidados necessários ao colocar um piercing na boca?

A adoção de alguns cuidados é essencial tanto antes quanto após a colocação de um piercing na boca, visando prevenir complicações e promover uma boa saúde bucal. Abordaremos a seguir as questões mais relevantes sobre o assunto.

  1. Limpeza adequada do piercing: É crucial realizar a limpeza do piercing diariamente para evitar o acúmulo de resíduos. Utilize um cotonete para limpar ao redor do piercing e remover qualquer sujeira acumulada.

  2. Respeito ao tempo de cicatrização: Esteja atento ao período de cicatrização e siga-o rigorosamente. Respeitar esse prazo é fundamental para permitir que o corpo se recupere naturalmente da inserção do piercing, evitando complicações. Durante esse período, evite alimentos duros que possam lesionar o local e evite o consumo de bebidas alcoólicas ou ácidas.

  3. Higiene bucal adequada: Manter uma boa higiene bucal é fundamental. Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, use fio dental diariamente e mantenha a gengiva e a língua limpas.

  4. Uso de antisséptico bucal: Utilize um antisséptico ou enxaguante bucal para reduzir o número de bactérias na boca, prevenindo inflamações. Use o produto pelo menos duas vezes ao dia, preferencialmente sem álcool.

  5. Evitar mexer no piercing: Evite mexer no piercing, pois isso pode interferir no processo de cicatrização e causar inflamações ou lesões na região.

Quais problemas podem surgir se os cuidados não forem seguidos?

A falta de cuidados adequados antes e depois de colocar o piercing na boca pode resultar em diversos problemas, tais como:

  1. Dor prolongada ou intensa após a inserção do piercing, indicando possível inflamação.
  2. Ferimentos na gengiva causados pelo atrito do piercing de metal.
  3. Rachaduras, arranhões ou sensibilidade nos dentes devido ao uso inadequado do piercing.
  4. Sensibilidade a metais, reações alérgicas, danos aos vasos sanguíneos na língua, danos aos nervos e aumento da produção de saliva devido à perfuração na boca.

Como agir durante o processo de cicatrização?

Em caso de infecção, inchaço ou dor intensa, é importante buscar orientação de um dentista ou médico imediatamente. Mantenha a área perfurada limpa, utilizando enxaguante bucal pelo menos duas vezes ao dia e seguindo outras práticas simples de higiene bucal.

Qual a importância do acompanhamento com o dentista?

O acompanhamento regular com um dentista é fundamental para prevenir problemas de saúde bucal e receber orientações adequadas sobre o cuidado com o piercing na boca. Além disso, em caso de complicações, o dentista poderá fornecer um diagnóstico preciso e auxiliar no tratamento, contribuindo para resultados positivos.

Em resumo, é essencial adotar cuidados adequados antes e após a colocação do piercing na boca, a fim de evitar complicações e promover uma boa saúde bucal. Estas orientações visam ajudá-lo a cuidar melhor de si mesmo e evitar possíveis contratempos nesse contexto.

Mais Recentes

Publicador de Conteúdos e Mídias