27.01.2021

O que é ortodontia? Quais são os tipos? Como saber se preciso de um ortodontista?

A ortodontia é uma especialidade da odontologia que ajuda na correção do posicionamento dos dentes na arcada dentária e outros problemas bucais. Saiba mais!
A ortodontia é uma especialidade da odontologia que ajuda na correção do posicionamento dos dentes na arcada dentária e outros problemas bucais. Saiba mais!

Você já ouviu falar em ortodontia? O termo bastante conhecido entre os pacientes é usado para denominar a especialidade da odontologia que trata de problemas relacionados à posição da arcada dentária, como dentes tortos, mordida cruzada e diastema. Ainda assim, é comum que surjam dúvidas sobre quando procurar um ortodontista, já que este ramo odontológico conta uma série de modalidades. Pensando nisso, o Sorrisologia junto com a dentista Caroline Malavasi reuniu em um só lugar as principais informações sobre a ortodontia. Veja só!

Ortodontia: o que é e como funciona?

De maneira geral, a ortodontia é uma especialidade da odontologia responsável pelo crescimento e avaliação das proporções da face e, também, pelo posicionamento dos dentes na arcada dentária. A especialidade pode ser dividida em três grandes grupos - preventiva, interceptativa e corretiva - e cada um deles realiza o tratamento de formas diferentes. No entanto, vale ressaltar que o objetivo da ortodontia é sempre o mesmo. “Ela consiste em ajustar a correta posição dos dentes na arcada dentária, corrigindo e restabelecendo a função mastigatória e estética dos pacientes”, afirma a Drª Caroline.

Entenda os tipos de ortodontia

- Ortodontia preventiva: como o próprio nome diz, essa modalidade é caracterizada pela prevenção de problemas mais severos. Nessa fase, o profissional supervisiona a existência de espaços para a erupção da dentição permanente completa. Por esse motivo, é comum que o controle seja realizado na infância durante a fase de dentição de leite

Além disso, é nessa fase que o profissional orienta e educa a respeito de hábitos que podem prejudicar o desenvolvimento normal da oclusão, como: chupar dedo, chupeta, interpor objetos, posição errada de língua ou a presença de problemas respiratórios que possam prejudicar a formação óssea da arcada, como respirar pela boca.

- Ortodontia interceptativa: essa especialidade realiza a intervenção já no início do problema durante a fase de dentição mista. Nesse caso, o objetivo é evitar um agravamento no futuro e tentar evitar a necessidade de intervenção cirúrgica mais à frente. O quadro de mordida cruzada, por exemplo, requer esse tipo de tratamento, já que o diagnóstico precoce corrige o desequilíbrio esquelético encontrado e preserva a saúde bucal.

- Ortodontia corretiva: também chamada de tradicional, é a ortodontia realizada quando o paciente já se encontra na sua fase adulta e com todos os dentes permanentes em posição. Geralmente, a ortodontia corretiva é indicada quando há necessidade de correção da posição dentária, seja por falta de espaço ou pela existência de espaços excessivos. Nesse caso, o uso de aparelhos ortodônticos - fixos, invisíveis ou móveis - é a principal forma de tratamento.  

Quando devo procurar um ortodontista?

Depois de descobrir os diferentes tipos de ortodontia e suas funções, você deve estar se perguntando como saber se você precisa de um, certo? De acordo com a dentista Caroline, existem alguns quadros comuns que podem indicar a necessidade de um acompanhamento com ortodontistas. “As indicações mais comuns para a utilização de aparelhos são em pacientes que apresentam discrepâncias de tamanho entre os dentes e a base óssea. Dessa forma, é possível desenvolver alterações, como apinhamento, mordida cruzada, prognatismo, diastemas e sobremordida, que exigem um tratamento adequado”, revela. 

Além disso, problemas na respiração bucal, perda precoce ou retenção prolongada dos dentes de leite, dificuldade na mastigação e articulações que emitem ruídos também podem indicar a necessidade de um ortodontista. Por isso, é importante ficar atento aos sinais da sua boca e buscar um profissional de confiança o quanto antes. 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Caroline Malavasi - Especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, com consultório na Barra da Tijuca (RJ)

Rio de Janeiro - RJ


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal