Manutenção do aparelho dental fixo: saiba tudo sobre essa etapa do tratamento ortodôntico

Fazer a manutenção do aparelho fixo é essencial para o sucesso do tratamento ortodôntico
Fazer a manutenção do aparelho fixo é essencial para o sucesso do tratamento ortodôntico

Usar um aparelho ortodôntico exige muito cuidado e visitas constantes ao dentista, principalmente se ele é um aparelho dental fixo. A manutenção deve ser feita com frequência para ter certeza de que o tratamento ortodôntico está sendo feito de forma correta ou se precisa de algum ajuste. Se você ainda tem dúvidas sobre manutenção, aparelho ortodôntico e os cuidados que envolvem essa etapa do tratamento, preparamos um guia completo para você! Saiba o que é necessário para manter seu sorriso sempre bonito. 

Manutenção deve ser feita em até no máximo 60 dias

Após a colocação do aparelho fixo, é importante que a manutenção seja feita com regularidade de tempos em tempos. Esse período pode orbitar em torno de 15 a 60 dias, só podendo ser precisado pelo seu dentista. “Isso vai depender do tipo de aparelho ortodôntico que está sendo usado e até mesmo da fase do tratamento”, explica a Dra. Tatiana Teixeira, especialista em ortodontia. Um tratamento em fase inicial pode exigir consultas mais frequentes, enquanto um aparelho com certo tempo de uso pode ocasionar consultas mais espaçadas. O importante é sempre seguir o calendário de manutenções de forma pontual!

Manutenção de aparelho dói? O que fazer?

Uma das dúvidas mais frequentes entre os principiantes de aparelho ortodôntico é a dor durante ou logo após às consultas de manutençãoIsso pode acontecer sim, pois o processo movimenta muitas partes do dente: as raízes dos dentes são pressionadas, comprimindo os nervos e causando a dor, como explica a ortodontista Carolina Malavasi. “A combinação desses fatores desencadeia uma reação inflamatória, resultando na remodelação óssea e, por isso, o paciente sente o desconforto”. Esse forte incômodo, segundo a dentista, pode durar em torno de 48 horas e causar até mesmo certa sensibilidade nos dentes. Mas atenção: o uso de medicações para alívio da dor não é recomendado pelos dentistas, pois pode afetar diretamente no tratamento ortodôntico. Uma boa dica é tomar água gelada para aliviar o desconforto. Se os sintomas persistirem ou se tornarem muito intensos, não hesite em procurar o seu dentista. 

Aparelho ortodôntico fixo pode quebrar? Como isso acontece?

Apesar de resistente, o aparelho dentário pode quebrar - e por isso a manutenção é tão importante. É possível que o fio ortodôntico se rompa ou que algumas peças, como os bráquetes, se rompam devido ao excesso de força aplicado na colocação do aparelho, entre outros problemas. Isso pode ser evitado com a manutenção e consultas regulares. Porém, se isso acontecer com você, é muito importante avisar ao profissional. “A solução recomendável é a imediata marcação de uma consulta com seu dentista, de forma que ele possa corrigir qualquer problema com seu aparelho. Não realize consertos domésticos, pois os dispositivos são sensíveis e podem ser facilmente danificados”, recomenda a ortodontista Francine Figueiredo. 

Os riscos da falta de manutenção do aparelho

Sendo a manutenção essencial, deixá-la de lado pode trazer riscos à saúde bucal de quem usa aparelho ortodôntico fixo. Um dos principais é o atraso no tratamento, já que o famoso “aperto” nos fios e bráquetes é essencial para que a correção da arcada dentária surta efeito. A deterioração dos acessórios também é comum e pode gerar acúmulo de impurezas, inflamando a região da gengiva. O acúmulo de placa bacteriana também é muito normal em quem tem aparelho fixo e deve ser acompanhado de perto e prevenido, como recomenda a Dra. Andréa Cotrim, ortodontista. “Em pacientes com aparelhos fixos, uma limpeza perfeita dos dentes requer tempo (em média dez minutos) e dedicação, exigindo dos mesmos muito cuidado e disciplina”.

Higiene bucal é essencial para quem usa aparelho fixo

A manutenção caseira do aparelho dental também é indispensável! Para isso, você não precisará de brocas nem fios, mas de uma higiene bucal responsável e completa. A é preciso usar fio dental, fazer a escovação no mínimo três vezes ao dia, e completar com um enxaguante bucal sem álcool. A escova interdental também pode ser uma ótima alternativa no quesito higiene, pois pode limpar entre os bráquetes e remover resquícios de alimentos que não são alcançados na escovação comum. Uma dica é andar com um kit de higiene bucal na bolsa ou mochila e levar para qualquer lugar. Isso garante dentes limpos para todas as emergências!

Passa fio e escova ortodôntica: dois novos amigos

Também faz parte da higiene bucal de quem usa aparelho ortodôntico dois itens um pouco diferentes: o passo fio e a escova ortodôntica. O primeiro é um ótimo auxiliar para quem precisa passar aquele fio dental em todos os bráquetes, sem ter tanto trabalho. A escova ortodôntica, por sua vez, é muito semelhante à escova de dentes tradicional, mas o que muda é o formato: ela possui as cerdas em “V”, o que melhora a limpeza entre os fios do aparelho e na lateral dos dentes. Na consulta periódica de manutenção, o dentista poderá indicar os melhores produtos para incluir na lista de compras!

Perda óssea: um problema que pode ser evitado

Outro inconveniente que pode surgir com quem usa aparelho e não faz a manutenção e consultas regulares ao dentista é a perda óssea. “Ela se caracteriza pelo acúmulo de microorganismos que destroem as estruturas dos dentes da gengiva até os ossos”, explica o ortodontista Djalma Faria. Quem possui aparelho fixo pode ser mais propenso a esse problema, já que uma de suas principais causas são problemas na higiene bucal e a estrutura ortodôntica pode acumular resíduos com maior facilidade. Para evitar a perda óssea, Dr. Djalma ressalta a necessidade de estar sempre alinhado com o dentista, e isso inclui a manutenção do aparelho. 

A manutenção do aparelho pode ser divertida!

As consultas do tratamento ortodôntico não precisam ser motivo de pânico ou sinônimo de algo chato. Também é na manutenção que ocorrem as trocas de elásticos, bráquetes e as famosas borrachinhas. Aproveite para escolher uma cor diferente para combinar com a época e entender a manutenção do aparelho como um dia de autocuidado e estética, afinal, não deixa de ser, não é mesmo? A manutenção do aparelho é um momento de se dedicar a si mesmo e fazer bem à saúde do seu sorriso. Encará-la como algo mais leve e divertido pode te ajudar a perder o medo do tratamento ortodôntico e passar a ter uma relação mais saudável com o seu dentista.


TODAS AS MATÉRIAS: aparelho ortodôntico