09.11.2020

Laserterapia na ortodontia: o que é? Para que serve? Conheça os benefícios da técnica para o tratamento ortodôntico

Saiba como a laserterapia pode contribuir para um tratamento ortodôntico menos doloroso e mais eficaz
Saiba como a laserterapia pode contribuir para um tratamento ortodôntico menos doloroso e mais eficaz

Quando se trata de tratamento ortodôntico, é comum que as principais preocupações entre os pacientes sejam as dores e os incômodos causados pelos procedimentos. A boa notícia é que essas aflições podem estar com os seus dias contados graças à laserterapia. O instrumento de aplicação terapêutica vem ganhando cada vez mais força no universo odontológico e promete ser um grande aliado na ortodontia. Para entender melhor sobre o assunto, o Sorrisologia entrevistou a especialista Uila Ramos, que contou os benefícios da laserterapia para o tratamento ortodôntico.

Afinal, o que é a laserterapia?

De acordo com a dentista, cada vez mais os profissionais do ramo estão empregando o uso do laserterapia nos consultórios dentários, que podem servir tanto para fins terapêuticos, quanto para cirúrgicos. “As finalidades da laserterapia podem variar de acordo com a intensidade de sua potência. Os de alta intensidade, por exemplo, são utilizados para realizar cirurgias mais conservadoras e promovem uma recuperação menos dolorosa. Já os de baixa intensidade, são aplicados com finalidades terapêuticas com ações anti-inflamatória, analgésica, cicatrização e biomodulação dos tecidos”, explica Uila. Sendo assim, a laserterapia é uma grande aliada para deixar os tratamentos menos dolorosos através dos estimulos à microcirculação, o crescimento e regeneração tecidual.

Como a laserterapia é usada nos consultórios?

Segundo a dentista, a laserterapia pode ser aplicada em diferentes etapas do tratamento ortodôntico. Veja algumas delas abaixo:

- Reparação óssea: “utiliza-se laser de baixa intensidade aplicado em pontos da sutura palatina e em outros sítios de movimentação ortodôntica”;

- Redução da dor causada pela movimentação ortodôntica: “as ações do tipo analgésica, anti-inflamatória e de reparação dentinária do laser são usadas para amenizar o incômodo do aparelho fixo”;

- Descolagem de braquetes cerâmicos: “usa-se o laser de alta potência, o qual remove os braquetes cerâmicos pela ação do calor emitido que faz um amolecimento da resina, possibilitando a remoção sem causar danos ao esmalte dentário”;

- Reparo das úlceras traumáticas: “com as propriedades reparadoras do laser e os efeitos anti-inflamatórios e analgésicos, é possível tratar as lesões que eventualmente surgem nas mucosas pelo atrito com algum acessório ortodôntico”.

Os benefícios da laserterapia para o tratamento ortodôntico

Você pode até duvidar, mas a laserterapia pode operar verdadeiros milagres no tratamento ortodôntico. Acontece que, devido à sua capacidade bioestimulante, o laser pode acelerar o movimento ortodôntico através dos estímulos à proliferação de osteoblastos e osteoclastos - células que produzem a remodelação do tecido ósseo - e à síntese de colágeno. “Um exemplo disto é a reparação óssea estimulada pelo laser após a disjunção rápida da maxila. Além do estímulo fisiológico da remodelação óssea, há redução das dores provocadas pela movimentação ortodôntica, sem causar danos ao periodonto”, ressalta a profissional. Além disso, a laserterapia também pode ajudar em outros procedimentos, como a descolagem de braquetes cerâmicos, o uso de imagens 3D no diagnóstico e planejamento ortodônticos e reparo das úlceras traumáticas causadas pelos aparelhos fixos.

Este artigo contou com a participação de:
Uila Ramos da Silva

CRO-PE 10.380
Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, Ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife


TODAS AS MATÉRIAS: ortodontia