26.01.2021

Dentista: 5 dicas de como escolher o melhor especialista para cuidar dos seus dentes

Você está em busca de um dentista para cuidar da sua saúde bucal? Veja dicas de uma especialista para acertar na escolha e garantir um bom tratamento
Você está em busca de um dentista para cuidar da sua saúde bucal? Veja dicas de uma especialista para acertar na escolha e garantir um bom tratamento

Com a ajuda das redes sociais e da internet, encontrar um dentista de confiança pode até ser uma tarefa fácil. No entanto, é comum que ainda surjam dúvidas na hora de escolher o melhor profissional para cuidar da saúde do seu sorriso. Afinal, é importante que ele preencha todos os requisitos para garantir um bom atendimento, especialmente quando se trata de alguns tratamentos odontológicos, como tratamento de canal, implante dentário e outros. Para te ajudar nessa decisão, o Sorrisologia conversou com a odontologista Camila Stofella. Veja só o que ela nos contou!

1# Identifique a especialidade indicada para o seu quadro clínico

Pode até parecer óbvio, mas o primeiro passo para encontrar o dentista certo para você é avaliar o seu quadro. Acontece que, assim como para saúde geral, existem diferentes tipos de profissionais na área odontológica e cada um deles trata de problemas bucais específicos. Por isso, Camila adianta: a especialidade indicada deve ser relacionada à queixa principal de cada paciente. “Se um paciente se incomoda com “dentes tortos”, ele pode procurar um dentista ortodontista, que é o especialista responsável por corrigir elementos dentários mal posicionados. Por outro lado, se a queixa for estética, como “dentes amarelos”, o paciente pode realizar o clareamento com um especialista em dentística”, explica.

2# Leve em consideração o que é mais importante para um bom atendimento

Segurança, custo-benefício e credibilidade são alguns dos itens a serem analisados durante a escolha. Mas você sabe qual deles é o mais importante para tomar essa decisão? Segundo a especialista Camila, a segurança é a chave para garantir um bom atendimento nos consultórios. “É preciso que o paciente se sinta seguro para que o profissional possa conduzir o tratamento odontológico e realizar um bom trabalho”, afirma. No entanto, vale ressaltar que o custo-benefício e a credibilidade do profissional são pontos que não devem ser deixados de lado na busca.

3# Procure conhecer a estrutura do consultório odontológico

Outra dica importante para escolher um dentista adequado é analisar a estrutura do seu local de trabalho. Afinal, o trabalho de um dentista pode passar mais segurança ao paciente quando se tem o suporte de uma clínica preparada e adequada para atendimento. “Esse fator é importante, principalmente, se o consultório for um ambiente tranquilo e relaxante no qual o paciente possa ficar menos apreensivo. Em geral, as paredes dos consultórios devem ter cores claras predominantemente tanto na sala de espera quanto nos consultórios e as instalações devem ser limpas e bem cuidadas”, revela a Drª Camila. Por isso, antes de agendar uma consulta, busque visitar o local de atendimento e seja criterioso com relação à higiene e à organização.

4# Busque informações sobre a credibilidade e reputação do dentista escolhido

Ignorar a reputação e a credibilidade do dentista é o primeiro erro na hora de escolher o profissional adequado para cuidar dos seus dentes. Por isso, o ideal é buscar possíveis avaliações na internet e recomendações de pessoas próximas e outros profissionais. “Se um dentista for especializado e o caso do paciente requerer um tratamento diferenciado, a qualificação será importante”, ressalta a dentista. Lembre-se: todo cuidado é pouco para decidir o melhor especialista para cuidar do seu sorriso.

5# Fique atento a primeira consulta com o dentista

Dizem que a primeira impressão é a que fica, certo? Por isso, durante a escolha do seu futuro dentista, assim como em um primeiro encontro, observe os detalhes. “Na primeira consulta, o paciente deve apresentar sua queixa principal ao dentista. Se for uma emergência, o tratamento emergencial será a prioridade. Se não for uma consulta de emergência, o dentista deve realizar o exame clínico, anotar o histórico médico do paciente e verificar o incômodo principal”, explica a dentista. A partir disso, o especialista deve planejar o tratamento com o paciente e responder às dúvidas antes de realizar qualquer procedimento. Um bom dentista deve ouvir e explicar detalhadamente as etapas durante o tratamento.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Camila Stofella Sodré - Doutoranda em Clínica Médica pela UFRJ. Mestre em odontologia com área de concentração em reabilitação oral / prótese. Especialista em prótese dentária.
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 40419


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal