09.11.2021

Dente siso deitado deve ser extraído? Dentista esclarece!

Entenda como o dente do siso deitado pode afetar a sua saúde bucal e como lidar com o quadro
Entenda como o dente do siso deitado pode afetar a sua saúde bucal e como lidar com o quadro

Que lidar com o nascimento do dente siso é uma tarefa difícil todo mundo já sabe. No entanto, a situação pode se tornar ainda mais complicada quando o terceiro molar está deitado. Nesse caso, é comum que os pacientes se perguntem sobre a possibilidade de extrair o dente do siso deitado.

Mas, afinal, é realmente necessário realizar esse procedimento? É possível mantê-lo na arcada dentária sem prejudicar os outros dentes? Para esclarecer essas e outras dúvidas, o Sorrisologia conversou com a dentista Rhianna Barreto, do Rio de Janeiro. Veja o que ela nos contou sobre a extração do siso deitado!

Por que o dente do siso nasce deitado?

Não é difícil encontrar pacientes que tiveram problemas com o nascimento do dente siso. Na maioria das vezes, os terceiros molares erupcionam mal posicionados na arcada dentária, levemente inclinados ou totalmente deitados. Mas você sabe por que isso acontece? 

De acordo com a especialista, o motivo por trás de um dente siso deitado é bem simples.  “Geralmente, isso ocorre por falta de espaço na boca para o nascimento do dente siso na posição correta”, afirma. Por isso, ao notar qualquer sinal de erupção desse elemento dentário, a primeira medida a ser tomada é consultar um dentista de confiança.

Dente siso deitado deve ser extraído para evitar o surgimento de outros problemas bucais

Não importa se o dente siso deitado está totalmente ou parcialmente dentro do osso da mandíbula, uma coisa é certa: a extração será necessária. Isso porque, independente do estado do elemento dentário, o quadro pode favorecer o surgimento de outros problemas bucais. “Nesse caso, a extração do dente siso é indicada para evitar cárie no dente vizinho, reabsorção da raiz de outros elementos ou ainda lesões císticas mandibulares, que são associadas aos dentes inclusos”, revela a especialista. 

Além disso, pacientes em tratamento ortodôntico também devem optar pela retirada do dente do siso deitado. Dessa forma, é possível garantir espaço ideal na arcada dentária para a movimentação necessária dos dentes.

A extração do dente siso deitado é mais complexa do que a cirurgia tradicional

Quando o assunto é a extração do dente de siso deitado, é preciso ter em mente que o procedimento tende a ser um pouco mais complexo. “Diferente da extração comum, essa cirurgia exige retalho na gengiva e, na maioria dos casos, um desgaste ósseo e corte dentário para que a remoção do dente siso seja efetuada”, conta Rhianna.

Vale ressaltar também que esse tipo de procedimento apresenta mais riscos de lesões no nervo mandibular durante a extração. “Sendo assim, é uma cirurgia complexa que pode ser realizada em centro cirúrgico para maior segurança do paciente”, aconselha.

Os cuidados necessários após a extração de siso deitado 

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, a extração do dente siso deitado exige alguns cuidados no pré e pós-operatório. Antes da cirurgia, por exemplo, é importante que o paciente siga as prescrições médicas para evitar o surgimento de edemas, além de realizar a profilaxia antibiótica. 

após a extração do dente siso, as medidas devem ser voltadas para garantir uma boa cicatrização. “É preciso optar por alimentação pastosa e fria, evitar esforço físico e tomar a medicação prescrita corretamente”, alerta a Dra. Rhianna. Além disso, é preciso investir em compressas de gelo no rosto durante as primeiras 48 horas, higienizar o local da maneira adequada e retornar ao consultório na data marcada para remoção dos pontos. 

 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 37448


Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal