Saúde bucal infantil na Páscoa: devo proibir meu filho de comer chocolate para prevenir cárie?
Menina sorridente comendo chocolate ao lado de uma parede branca de tijolos, vestindo uma camisa listrada azul e branca
Menina sorridente comendo chocolate ao lado de uma parede branca de tijolos, vestindo uma camisa listrada azul e branca

Publicador de Conteúdos e Mídias

Páscoa: devo proibir meu filho de comer chocolate para não ficar com cárie?

Não precisa proibir chocolate durante a Páscoa! Equilibre o consumo e reforce a higiene bucal para manter a saúde dental do seu filho. Saiba mais. 

06/04/2023

Compartilhar em suas redes

Publicador de Conteúdos e Mídias

Para preservar a saúde bucal do seu filho durante a Páscoa, tomar alguns cuidados - tanto com a alimentação quanto com a higiene bucal - são pontos bem importantes. Alguns pais, por exemplo, escolhem cortar 100% o consumo de chocolate para evitar cáries e outras doenças bucais. No entanto, não é necessário tomar uma medida tão extrema para cuidar dos dentes dos pequenos. O Sorrisologia conversou com a cirurgiã-dentista Uila Ramos, que deu ótimas dicas para que a criança curta a Páscoa sem precisar abrir mão dos doces. Confira!

Cuidados com a saúde bucal infantil: equilibrar o consumo de doces ajuda a prevenir cárie

De acordo com a cirurgiã dentista, os cuidados com a saúde bucal infantil devem ser redobrados, pois os dentes de leite são mais suscetíveis a determinadas doenças bucais. É importante, por exemplo, que a criança consulte um dentista ao menos a cada 6 meses e utilize os produtos de higiene bucal apropriados - creme dental infantil (que tem uma quantidade menor de flúor) e uma escova de cabeça pequena, que permite uma melhor higienização de todos os dentes. Seguindo esses cuidados básicos, não tem porque proibir 100% o consumo de doces.

“As crianças podem comer chocolate, mas é preciso ter moderação e uma boa higiene bucal. Os dentes decíduos têm um grau menor de mineralização se comparados aos dentes permanentes. Por esse motivo, é preciso ter cautela na ingestão de doce”, destaca a profissional. 

Uma boa alternativa para prevenir complicações nos dentes, de acordo com a especialista, é estipular um horário para a criança comer o chocolate. Proibir o consumo de doces, em alguns casos, pode até mesmo desencadear distúrbios alimentares no longo prazo. Por isso, o segredo é buscar sempre um equilíbrio, ok?

“Pais e filhos podem entrar em acordo, como comer chocolate apenas depois do almoço. Quando o doce é ingerido após uma refeição, fica mais fácil ter disciplina para comer e, em seguida, higienizar com o uso do fio dental e escovação. Isso possibilita tranquilidade para comer o chocolate e, assim, os dentes ficam menos expostos ao risco de desenvolvimento de lesões de cárie”, orienta a especialista. 

Afinal, o chocolate pode ser uma das causas da cárie?

Realizar uma boa higiene dos dentes desde a infância é muito importante para evitar problemas bucais no longo prazo. O consumo excessivo de doces é realmente um fator que contribui para o acúmulo de placa bacteriana e, consequentemente, de cáries. Mas, de acordo com a dentista, são os descuidos de higiene que acabam sendo decisivos para o desenvolvimento das bactérias cariogênicas.

“A falta de uma higiene bucal infantil adequada é a causa da incidência de cáries. Comer fora de hora ou mais vezes durante o dia, por exemplo, expõe a criança a um desafio pesado: desmineralização (quando ingere o alimento) e remineralização dentária (prática de higiene bucal e consumo de água). Acaba ganhando o lado da balança que pesa mais”, explica. 

“Na boca, encontram-se bactérias acidogênicas. Ou seja, são capazes de fermentar os carboidratos (açúcares) da alimentação, o que resulta na liberação de um ácido que ataca o esmalte dental. Esse efeito pode ser notado no início com o surgimento de manchas brancas no esmalte. No fim, saber disciplinar os hábitos alimentares e a higiene favorece a saúde e a prevenção de problemas bucais”, finaliza a profissional.

Mais Recentes

Publicador de Conteúdos e Mídias