06.05.2021

Bloco de porcelana ou de platina: qual é o melhor para você?

Saiba as diferenças entre a restauração de dente em bloco feita com porcelana e platina e escolha a melhor opção para você
Saiba as diferenças entre a restauração de dente em bloco feita com porcelana e platina e escolha a melhor opção para você

É comum lidar com o surgimento de cárie e outros problemas que podem exigir uma restauração no dente em bloco. Responsável por recuperar um elemento dentário parcialmente danificado, a técnica evita que o paciente realize uma extração e possibilita que o elemento danificado seja reparado. No entanto, as diferentes possibilidades de material para realizar a restauração de dente em bloco podem gerar dúvidas sobre em qual tipo escolher. Afinal, é melhor um bloco de porcelana ou de platina? Em quais casos esses materiais podem ser utilizados? Para garantir as respostas dessas questões, o Sorrisologia entrevistou a cirurgiã-dentista Kalina Diniz. Veja só!

Entenda as diferenças entre bloco de porcelana e de platina

Dentre os diferentes tipos de materiais que podem ser utilizados na restauração de dente em bloco, a porcelana e a platina são os que mais se destacam. Segundo a dentista, o bloco de porcelana é conhecido pelos benefícios para estética do sorriso. “O material consegue imitar perfeitamente as cores, formas e contornos dos dentes”, afirma. Outra vantagem está na durabilidade do material. “É bem resistente e, muita das vezes, até mais resistente do que o dente. Não desgasta, não muda de cor e possui uma boa durabilidade, dependendo dos cuidados do paciente”, conta.

Por outro lado, o bloco de platina é uma das opções mais resistentes para o paciente. “Ele possui uma resistência superior para suportar os esforços mastigatórios e consegue absorver um pouco de impacto da mastigação, gerando menos força nas estruturas de suporte do dente”, conta. Justamente por isso, essa versão de restauração de dente permite que o paciente consuma alimentos mais sólidos e duros sem riscos de fraturas. No entanto, para quem busca um tratamento mais discreto e uniforme, o bloco de platina pode não ser a escolha ideal. “Esse tipo de restauração no dente é feito de ligas metálicas que podem ser de prata ou cromo”, ressalta a Dra. Kalina.

Em quais casos esses materiais são recomendados para restauração de dente?

Para surpresa de alguns, a escolha do material para restauração de dente em bloco deve considerar dois fatores: a função do elemento danificado e a estética bucal. “O bloco de porcelana, por exemplo, pode ser utilizado em todos os dentes porque promove não só a reabilitação oral como a harmonia do sorriso”, revela a profissional. Já o bloco de platina é recomendado para dentes posteriores em que se prioriza apenas o restabelecimento da função, já que a estética pode ficar comprometida.

Os cuidados necessários com a restauração de dente em bloco

Ainda que os materiais utilizados na restauração de dente apresentem durabilidades definidas, é importante saber que os cuidados com a saúde bucal também podem influenciar. Confira, a seguir, os principais deles:

- Realizar uma boa higiene bucal, incluindo o uso de fio dental e enxaguante bucal;

- Evitar a sobrecarga nas restaurações através do consumo de alimentos duros;

- Manter visitas periódicas ao dentista para uma reavaliação da restauração de dente e limpeza profissional;

- Evitar bebidas com pigmentação forte, como vinho, café e refrigerante, para diminuir as chances de manchas no material da restauração;

- Não abrir garrafas e outros objetos com os dentes.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Kalina Diniz - Dentística e Odontologia Estética
São Paulo - SP
CRO-SP: 110560


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal