Bebê com gengiva inchada: o que pode causar, como proceder e dicas de como deve ser a higiene bucal do pequeno
Gengiva de bebê inchada costuma ser um sintoma do nascimento dos primeiros dentinhos. A partir daí, deve ser feita a higienização bucal com uma escova de dedo de silicone
Gengiva de bebê inchada costuma ser um sintoma do nascimento dos primeiros dentinhos. A partir daí, deve ser feita a higienização bucal com uma escova de dedo de silicone

Publicador de Conteúdos e Mídias

Bebê com gengiva inchada: o que pode causar isso?

Gengiva de bebê inchada costuma ser um sintoma do nascimento dos primeiros dentinhos, o que é comum na faixa etária de 6 a 7 meses. No entanto, é muito importante levar o pequeno ao pediatra ou dentista para averiguar o sintoma.

22/04/2022

Compartilhar em suas redes

Publicador de Conteúdos e Mídias

A gengiva inchada no bebê, na maioria dos casos, não é um sintoma que requer preocupação, pois costuma ser um sinal do nascimento dos primeiros dentinhos. No entanto, investigar o sintoma é muito importante para garantir que a saúde do pequeno esteja realmente em dia. O Sorrisologia conversou com a dentista Patrícia Almeida, integrante da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas (APCD), para saber como lidar com a gengiva de bebê inchada da melhor maneira possível.

Gengiva de bebê inchada: quais podem ser as causas? 

De acordo com a dentista Patrícia Almeida, em determinada faixa etária, os bebês realmente costumam apresentar certo inchaço na gengiva, o que não precisa demandar uma preocupação extra. “O que pode estar causando um inchaço na boca do bebê é a erupção dos dentinhos. Normalmente, começa nos dois dentinhos da parte inferior. Você observa a gengiva um pouquinho mais gordinha e o bebê fica um pouco mais enjoado. Também pode dar febre. Nesse caso, esse aumento de volume gengival é normal. Ainda mais se for perto da idade de erupcionar os dentinhos, que é em média entre os seis e sete meses”, explica a profissional. 

Ainda assim, identificar o ponto exato em que há um inchaço é muito importante para garantir a saúde do bebê. De acordo com a Dra. Almeida, dependendo da localização em que há um maior volume gengival, é possível que se trate de algum problema específico. “Se tem um inchaço na gengiva que é mais no fundo, precisa haver certa preocupação. Se o bebê caiu, por exemplo, pode ter esse edema. Tem que descobrir a causa primeiro”, orienta. 

Como proceder ao perceber que a gengiva do bebê está inchada?

Caso você tenha percebido o bebê com gengiva inchada e vermelha, o primeiro passo é procurar ajuda de um profissional especializado. De acordo com a dentista, essa medida é uma das mais importantes. “Geralmente, leva-se a criança ao pediatra, mas também pode procurar um dentista. Assim, a mãe será orientada, inclusive, sobre a erupção dos dentes e do uso de pomadas (tipo um anestésico, indicado para essa faixa etária)”, afirma. 

O que fazer para aliviar a gengiva inchada do bebê?

Após levar o bebê ao pediatra ou dentista, talvez seja necessário recorrer a alguns medicamentos e cuidados para aliviar a dor e o desconforto do pequeno. Nesse caso, é importante que os pais sigam apenas as recomendações prescritas, ok? “Usar pomadas anestésicas indicadas pelo dentista. Em alguns casos, o bebê fica tão doente que tem febre e diarreia. Pode ser preciso entrar com medicamento via oral e não  pode ser feito nada caseiro. O máximo que algumas pessoas fazem é um chazinho de camomila. Mas, isso é para tentar acalmar o bebê, não serve para tirar essa dor que ele está sentindo”, destaca a especialista. 

Como deve ser feita a higiene bucal do bebê?

Vale destacar, ainda, que para evitar problemas na saúde bucal do bebê, é muito importante ter uma rotina de higienização adequada. De acordo com a Dra. Almeida, existe um momento certo para introduzir esse cuidado. Além disso, usar os produtos de higiene bucal corretos é imprescindível para que o bebê não sofra intoxicações. “‘A higiene bucal tem que ser feita a partir do primeiro dente que nasce. É necessário usar aquela pastinha sem flúor. Não pode usar pasta com flúor na criança, pois ela não sabe cuspir ainda e não pode engolir o produto. Use junto uma escova de dedo de silicone”, finaliza a dentista.

Mais Recentes

Publicador de Conteúdos e Mídias