22.10.2020

Afta na boca: qual é o melhor tratamento? Como prevenir essas lesões?

As aftas são pequenas feridas que podem causar bastante incômodo. Saiba como tratá-las e evitá-las com alguns cuidados simples!
As aftas são pequenas feridas que podem causar bastante incômodo. Saiba como tratá-las e evitá-las com alguns cuidados simples!

Dentre os problemas bucais mais comuns, a afta é certamente um dos mais incômodos. Além de causar dor e desconforto, essas pequenas feridinhas que surgem no interior da boca atrapalham funções importantes, como a alimentação e a fala, trazendo prejuízos para a sua saúde. Justamente por isso, é importante saber quais são as melhores formas de tratar e resolver o quadro da maneira correta. Pensando em te ajudar, o Sorrisologia conversou com a dentista Sandra Regina que esclareceu tudo sobre o tratamento para afta e os cuidados necessários para preveni-las. Confira!

Como surge a afta na boca?

É comum ligar o sinal de alerta quando sente que alguma afta está prestes a nascer. Afinal, por se tratar de uma pequena úlcera, o quadro causa incômodo na região antes mesmo do seu nascimento. Mas você sabe por que elas se formam? De acordo com a especialista Sandra, existe uma série de motivos por trás desse problema bucal. “A afta pode surgir devido à tratamento dentário, traumas durante a escovação ou esportes, mordida das bochechas, sensibilidade alimentar, alergia, estresse, genética e até mesmo alterações hormonais”, alerta. Além disso, a deficiência de algumas vitaminas também pode resultar nas pequenas feridinhas na boca. “A ausência de vitamina B12, ácido fólico e ferro, por exemplo, podem causar alterações gástricas que resultam na afta”, afirma.

Existe tratamento para afta?

Para aliviar o incômodo das aftas, Sangra adianta: é preciso investir em medicamentos tópicos ou sistêmicos. “Remédios antifúngicos, antimicrobianos e antiinflamatórios podem ajudar no processo de cicatrização da afta que dura, em média, 15 dias”, revela. No entanto, é importante lembrar que a automedicação está fora de cogitação e, por isso, é necessário consultar um dentista de confiança antes de tomar qualquer decisão. Além disso, a profissional ressalta que outros cuidados também podem ajudar no tratamento da afta na boca. “Manter uma boa higiene oral e investir em aplicação de laserterapia também são boas formas de aliviar a dor e acelerar a cicatrização”.

Saiba como prevenir o surgimento das aftas na boca

Embora algumas causas da afta sejam ligadas à fatores fora do nosso controle, existem alguns cuidados que podem ajudar a prevenir o surgimento dessas feridas na boca. “Realizar dieta balanceada e rica em vitamina B e ferro, por exemplo, é uma maneira de evitar esse incômodo”, conta a dentista. Manter rotina de escovação - incluindo o uso de fio dental e enxanguante bucal - também é fundamental. Isso porque hábitos de higiene também podem ajudar influenciar no surgimento das aftas. Sendo assim, é importante redobrar os cuidados com a saúde da sua boca para evitar esse quadro. Além disso, vale ressaltar que, quando o problema se tornar recorrente, é importante consultar um dentista para avaliar o quadro.

Esse artigo contou com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres - Cirurgiã-dentista e especialista em traumatologia
São Paulo - SP
CRO-SP: 113237


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal