14.12.2020

5 motivos para usar aparelho: conheça os principais problemas ortodônticos e como tratá-los (infográfico)

Ortodontista esclarece os principais problemas nos dentes que motivam o uso do aparelho ortodôntico
Ortodontista esclarece os principais problemas nos dentes que motivam o uso do aparelho ortodôntico

Não dá para negar: o tratamento ortodôntico é um dos procedimentos odontológicos mais conhecidos entre os pacientes. Responsável por corrigir possíveis falhas e garantir dentes alinhados corretamente, ele ajuda na correção de mordida e na prevenção de cáries, doenças gengivais e problemas de oclusão. Ainda assim, antes de optar pelo aparelho ortodôntico, é importante entender os motivos por trás da necessidade desse acessório. Pensando em esclarecer esse assunto, o Sorrisologia entrevistou a especialista Caroline Malvasi que revelou os principais problemas ortodônticos que exigem o uso do aparelho.

Quais os motivos para usar aparelho?

De acordo com a dentista, existem diversos fatores que podem resultar na necessidade do uso do aparelho ortodôntico para correção da posição dos dentes. “Dentre os problemas mais comuns, está a falta ou excesso de espaço na cavidade bucal causado pela discrepância de tamanho entre a base do osso e o tamanho dos dentes do paciente”, revela Caroline. Nesse caso, o quadro é a principal causa de problemas bucais como apinhamentos, mordidas cruzadas e diastemas.

Outro motivo para usar aparelho é a perda um ou mais dentes. A perda precoce de dentes de leite, por exemplo, pode prejudicar o espaço que a cavidade oral precisa para o nascimento dos dentes permanentes, exigindo um acompanhamento junto ao dentista desde a infância. “Por outro lado, quando essa perda ocorre já na fase adulta, ela pode provocar migrações e o deslocamento dos demais dentes, deixando os dentes desalinhados”, afirma a profissional.

Além disso, alguns problemas dentários podem ser causados por fatores externos e desencadear a alteração no movimento dos dentes, como a mordida aberta. “Observamos que isso acontece nos pacientes que têm o hábito de chupar dedo e em crianças que usam chupeta durante a fase de desenvolvimento ósseo”, conta.

Entenda as opções de tratamento para os principais problemas ortodônticos

Na hora de optar pelo melhor tratamento ortodôntico, é importante ter em mente que a escolha pode variar de acordo com o paciente. “O ideal é que o tratamento seja baseado em um planejamento individualizado para cada pessoa, podendo variar com a idade e com o tipo de movimento desejado”, aconselha a dentista. Na infância, por exemplo, é preciso acompanhar a criança para ver a necessidade de algum tratamento ortopédico. “Quando o paciente possui alterações de desenvolvimento de maxila e/ou mandíbula, é importante que a fase da troca da dentição decídua pela permanente também seja corretamente acompanhada pelo dentista”, conta.

Já nos adolescentes e adultos, o tratamento mais indicado é a utilização de aparelho ortodôntico para correção de posição dentária. “Existem aparelhos fixos, que são aqueles que apresentam os famosos braquetes, os móveis tradicionais e, mais recentemente, observamos o uso e indicação de tratamento com os alinhadores invisíveis”, explica a especialista. Nesse caso, os alinhadores invisíveis tendem a ser as melhores opções para quem busca um tratamento ortodôntico mais rápido e discreto.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Caroline Malavasi - Especialista em Ortodontia e mestre em Dentística pela Universidade Federal Fluminense, com consultório na Barra da Tijuca (RJ)
Rio de Janeiro - RJ


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal