25.11.2021

Como é feito o tratamento para abscesso dentário?

Descubra as principais causas do abscesso dentário e saiba como tratar o quadro
Descubra as principais causas do abscesso dentário e saiba como tratar o quadro

O abscesso dentário é um problema bucal que pode afetar significativamente a qualidade de vida dos pacientes. Quando não tratado adequadamente, o quadro pode evoluir e, assim, espalhar-se até à raiz. Embora seja um problema considerado comum nos consultórios, o abscesso dentário ainda desperta muitas dúvidas, especialmente no que se refere aos cuidados terapêuticos e preventivos. Para esclarecer todas essas questões, conversamos com a dentista Israele Machado, do Rio de Janeiro. Veja o que ela nos contou sobre os tratamentos para abscesso dentário!

O que é abscesso dentário?

Antes de descobrir como funcionam os tratamentos para abscesso dentário, é importante entender que existem duas variações do quadro. O abscesso periapical, por exemplo, é caracterizado como uma infecção bacteriana. “As bactérias se acumulam na raiz do dente, fazendo com que haja dor, pus, inchaço e secreção purulenta no local”, explica a dentista. Por outro lado, o abscesso periodontal é resultado do acúmulo de bactérias e tártaro.

Quanto às causas do abscesso dentário, elas também podem variar de acordo com o tipo do quadro. “O abscesso periapical se dá por raízes fraturadas que ficam expostas às bactérias. Além disso, cáries profundas e antigas, que atingem a parte interna do dente, também favorecem o problema”, conta a profissional. Já o abscesso periodontal costuma estar relacionado com a proliferação de bactérias causadas pela falta de higiene oral.

Abscesso dentário: como tratar o quadro?

Embora as causas desse problema bucal possam variar, a especialista adianta: os tratamentos para abscesso dentário são sempre os mesmos. “Na maioria das vezes, o quadro é tratado através da drenagem da secreção purulenta que é formada. Além disso, a remoção da polpa dentária e a injeção de medicamentos antibióticos para controle da infecção bacteriana também são necessários”, revela a Dra. Israele.

No entanto, quando se trata de casos mais graves pode ser necessária a extração do dente afetado. Por isso, o ideal é consultar um dentista especializado para garantir o diagnóstico correto e, assim, iniciar o tratamento mais adequado para o abscesso dentário.

Os cuidados necessários para prevenir o abscesso dentário

Pode até parecer óbvio, mas o cuidado com a saúde bucal é a principal medida de prevenção ao abscesso dentário. Nesse caso, o primeiro passo é manter uma boa rotina de higiene bucal. Os dentes devem ser escovados após todas as refeições e, é claro que, o uso do fio dental não pode faltar. Além disso, é importante incluir as consultas odontológicas na sua lista de compromissos regulares. “Fazer um check-up semestral é o que garante um diagnóstico precoce e complementa todos os cuidados realizados em casa”, finaliza a dentista.

 

Este artigo contou com a participação de:
Israele Machado - Cirurgiã dentista e especialista em estética facial e estética avançada. CEO da Clínica Israele Machado.
CRO-RJ: 40795


Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal