30.09.2021

Aplicação de flúor pode ser feita em qualquer idade? Descubra!

Saiba quando iniciar a aplicação do flúor e os benefícios desse cuidado para saúde bucal
Saiba quando iniciar a aplicação do flúor e os benefícios desse cuidado para saúde bucal

A aplicação de flúor faz parte de um dos principais cuidados com a saúde bucal. Contrariando a ideia de que flúor faz mal, o mineral é o grande responsável por prevenir o surgimento de cáries. Justamente por isso, o seu uso deve ser feito o quanto antes sob a supervisão de um profissional. Mas você sabe qual é a hora certa para aplicar flúor nos dentes? Bebês e crianças também devem investir no procedimento? Reunimos algumas informações que vão esclarecer essa e outras dúvidas em relação ao flúor dental com a ajuda de uma especialista. Confira!

Para que serve flúor?

A aplicação de flúor, ou fluorterapia como também é conhecida, nada mais é do que um tratamento para prevenir o desenvolvimento de cáries nos dentes. “Através de contatos tópicos com materiais que contêm fluoretos em sua composição, como flúor em gel, pasta profilática e selantes, é possível realizar o tratamento”, afirma a especialista.

Na maioria das vezes, a aplicação de flúor nos dentes é feita após a limpeza dentária de duas maneiras diferentes. “O procedimento pode ser feito com o auxílio de um isolamento relativo com rolete de algodão e dispensando o gel de flúor nos dentes, ou administrando o flúor dental em moldeiras individuais”, explica Uila. Em ambas as modalidades, é preciso que o paciente remova toda a substância após o tempo de aplicação, que pode variar de um a quatro minutos. 

A aplicação de flúor deve começar a partir dos três anos de idade

Quando se trata da aplicação de flúor, é comum que muitos pacientes não saibam quando iniciar o tratamento. Nesse caso, a especialista aconselha: o uso do flúor dental pode começar a partir de crianças que saibam cuspir. “Como o gel possui uma alta concentração de flúor, ele não pode ser aplicado em crianças que ainda não tenham aprendido a cuspir devido ao risco de ingestão e, com isso, desenvolver a fluorose dentária”, conta a especialista. Normalmente, isso ocorre por volta dos 3 ou 4 anos de idade, que é o período em que a criança começa adquirir mais coordenação.

A partir dessa faixa etária, a aplicação de flúor deve respeitar um intervalo mínimo de seis meses. No entanto, alguns fatores individuais que favorecem o desenvolvimento da cárie, como alimentação rica em açúcar, má higiene bucal e baixa ingestão de água, podem demandar um espaço menor entre as consultas para aplicação de flúor, podendo ser reduzido para três meses.

Além da aplicação de flúor no consultório, existem outras maneiras de incluí-lo na rotina de higiene bucal

Embora a aplicação de flúor feita em consultório seja uma das medidas mais utilizadas, existem outras formas de incluir a substância na sua rotina. O uso do fio e creme dental com flúor, por exemplo, são as principais dentre elas. Além deste, o enxaguante bucal também pode ser necessário para completar a rotina de limpeza. 

Mas, vale lembrar que, esse processo deve ser acompanhado por um profissional qualificado para evitar a fluorose dentária. “O quadro é um efeito colateral causado pelo excesso de ingestão de flúor dental durante a fase de formação dos dentes, causando manchas e prejuízos à estética do sorriso”, finaliza a dentista. 

 

Este artigo contou com a participação de:
Uila Ramos da Silva - Cirurgiã-dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco e ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife
CRO-PE 10.380


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal