22.06.2016

Prótese fixa precisa ser substituída? Especialista explica e indica os principais cuidados

A prótese fixa é um procedimento super seguro para repor o elemento dentário que foi perdido. Mas será que em algum momento ela precisa ser substituída? Tiramos essa dúvida com uma especialista no assunto
A prótese fixa é um procedimento super seguro para repor o elemento dentário que foi perdido. Mas será que em algum momento ela precisa ser substituída? Tiramos essa dúvida com uma especialista no assunto

Depois que você colocou uma prótese dentária fixa, surgiu a dúvida sobre a necessidade de substituí-lá em algum momento. Será que é preciso? Essa medida depende muito das possíveis alterações bucais que podem surgir ao longo do tempo. A dentista Elis Regina explicou o que leva à substituição da prótese e que cuidados precisam ser tomados para que outros problemas bucais não surjam e coloquem todo o tratamento a perder.

Motivos para usar a prótese fixa

"A prótese fixa é utilizada quando o paciente perde um elemento e necessita que aquele espaço dentário seja preenchido", explica. Existem outras causas que podem levar o paciente a perder a estrutura dentária, como uma cárie muito extensa, fraturas e quebras no dente ou até a recuperação do elemento que recebeu tratamento de canal, necessitando, então, de uma prótese dentária.

Substituição da prótese fixa

A prótese fixa pode sim necessitar de substituição em algum momento. Segundo a protesista, em qualquer alteração na prótese a mesma deve ser removida e refeita. "Até porque uma vez alterada, as suas funções ficam perdidas, seja na mastigação seja na recuperação do espaço corretamente", afirma. Essa mudança pode ocorrer devido a desadaptação das coroas ou a uma falha em um dos elementos dentários que compõem a prótese. Fissuras, infiltrações, cáries por debaixo também podem comprometer a estrutura, precisando fazer a substituição.

Cuidados específicos

A higiene oral precisa ser redobrada para os pacientes que utilizam prótese dentária fixa. "Já que agora apresentam espaços entre a gengiva e o elemento que foi recuperado". Para facilitar a limpeza no local, você pode fazer o uso de passa-fios e escovas interdentais, segundo a profissional. Já para as próteses unitárias, a recomendação de Elis é não deixar de passar o fio dental e fazer uma boa escovação normal, mas que em alguns casos a escova interdental também é bem-vinda.

As consequências da falta de cuidado

Se o paciente não estiver em dia com todas as orientações e cuidados que o profissional indicar, consequências sérias podem aparecer. "Além de problemas periodontais como gengivite e periodontite, pode-se desenvolver uma cárie secundária na região", alerta. Segundo Elis, essas doenças bucais podem trazer problemas piores, como perder todo o trabalho de colocação da prótese e até mesmo a perda do dente. Você não quer passar por isso, certo? Fique atento, tire todas as suas dúvidas com o profissional e cuide dos seus dentes da melhor forma.


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal