20.08.2018

Por que a escovação não elimina a cárie? Entenda o processo de formação da doença e como acabar com o problema

A escovação deve ser realizada, em conjunto com outras ações, como um método de prevenção contra a cárie. Depois que essa doença surge, escovar os dentes não vai fazer com que ela desapareça
A escovação deve ser realizada, em conjunto com outras ações, como um método de prevenção contra a cárie. Depois que essa doença surge, escovar os dentes não vai fazer com que ela desapareça

Fazer uma higiene bucal completa com escovação dos dentes é a maneira mais eficaz para evitar o surgimento de doenças bucais, como a cárie. No entanto, uma vez que essa lesão já exista no seu dente, não adianta persistir na escovação ou colocar com toda força na escova de dentes, que isso não vai fazer com que a cárie suma. Na verdade, isso pode até mesmo causar outros problemas, como a sensibilidade ou até machucar a sua gengiva. Entenda como acontece a formação de um dente cariado, e de que forma você deve lidar com essa situação, nas palavras da especialista em patologia bucal Dulce Cabelho.

A higiene bucal ajuda a prevenir a cárie dentária

Quando se trata de saúde bucal, prevenir é sempre melhor do que remediar. O mesmo vale para o caso das cáries. Existem alguns cuidados que podem evitar o surgimento dessa doença bucal. Tudo o que você precisa é: praticar uma boa higiene bucal, incluindo escovação após as refeições, e uso diário do fio dental são algumas atitudes necessárias. “Além disso, deve-se manter uma dieta balanceada, rica em frutas e verduras e com diminuição de agentes cariogênicos, que são promotores do aumento na formação de placa bacteriana ou biofilme, e consequentemente de cárie dental”, afirma ela.

Qual é a principal causa da cárie?

Esse quadro pode apresentar diferentes motivos, que, normalmente combinadas, levam à doença. “A causa da cárie é multifatorial o que inclui o fator genético, dieta rica em açúcar e carboidrato e ausência ou higiene bucal precária”, explica a profissional. Esses fatores levam, portanto, ao surgimento da doença bucal. “A presença de biofilme bacteriano (a placa bacteriana) associado à dieta rica cariogênica, promove a formação de ácidos pela diminuição do pH bucal, que são responsáveis pela desmineralização do esmalte, em especial, o ácido lático”, afirma ela.

Por que a escovação não consegue eliminar a cárie?

Escovar bem os dentes após as refeições deve ser parte do processo de prevenção contra a cárie, além de outros problemas bucais, como o tártaro, gengivite e periodontite. No entanto, uma vez que esse quadro está instalado, a escovação não é capaz de eliminá-lo. Isso acontece porque o esmalte do dente já está comprometido. “Se a desmineralização do esmalte já estiver instalada, a escovação não promove a remineralização”, esclarece Dulce.

Como acabar com a cárie?

Para acabar com o problema, uma vez que ele já existe, é necessário o auxílio de um profissional. “A cárie só será eliminada pelo cirurgião-dentista através de tratamentos odontológicos invasivos ou minimamente invasivos, dependendo da extensão da doença”, diz ela. Uma terapia bastante recomendada para acabar com a cárie, é o procedimento de restauração dentária, que pode ser feito com resina. Por isso é importante começar a tratar o problema o mais rápido possível, antes que o quadro se agrave e complique a recuperação, causando dores ou até mesmo a perda do dente.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dulce Helena Cabelho Passarelli - Estomatologia, Patologia Bucal e Laserterapia
São Paulo, SP
CRO-SP: 35856


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal