16.06.2021

Pasta de dente: qual a quantidade ideal para utilizar durante a higiene bucal infantil?

Utilizar uma boa pasta de dente durante a escovação é fundamental para a saúde bucal do seu filho. Mas você sabe qual é a quantidade certa? Veja o que diz uma especialista!
Utilizar uma boa pasta de dente durante a escovação é fundamental para a saúde bucal do seu filho. Mas você sabe qual é a quantidade certa? Veja o que diz uma especialista!

Escolher uma boa pasta de dente é também uma forma de preservar a saúde bucal infantil. Afinal, o produto utilizado durante a escovação funciona como um escudo contra o acúmulo de placa bacteriana e o surgimento de doenças bucais comuns nessa idade, como a cárie. No entanto, sempre fica aquela dúvida se o seu filho está utilizando a quantidade ideal de pasta de dente. Para tirar todas as dúvidas, a equipe de Sorrisologia conversou com a odontopediatra Joaquina Diniz que revelou como calcular a quantidade de pasta de dentes para higiene bucal dos pequenos.

A pasta de dente possui um papel importante na higiene bucal de bebês e crianças

É impossível falar sobre higiene bucal infantil sem citar o uso da pasta de dentes. Isso porque ela é um item essencial para o momento da escovação e, consequentemente, para a limpeza da boca e a prevenção de doenças bucais. “A pasta de dentes com flúor tem grande importância na prevenção da cárie, dificultando o processo de desmineralização do dente que resulta em cavidades - também chamadas de lesões de cárie cavitadas - quando não há uma remoção adequada do biofilme”, explica a odontopediatra.

Nesse sentido, a especialista também alerta sobre a necessidade de optar por pastas de dentes com flúor durante a infância. “Quando utilizamos pastas sem flúor, estamos pensando somente em evitar a cárie pela remoção mecânica de biofilme, que ocorre através dos movimentos da escovação, o que com certeza em crianças não é o ideal”, afirma Joaquina.

“Quanto mais pasta de dente, melhor”: mito ou verdade?

Mito. Ao contrário do que muitos pensam, utilizar bastante pasta de dente durante a higiene bucal do seu filho não é um sinônimo de uma limpeza mais eficaz. “Quanto maior a quantidade de pasta de dente, maior será a espuma, o que pode dificultar a higiene por atrapalhar a visualização dos dentes”, alerta a odontopediatra. Além disso, o excesso de pasta de dentes durante a infância pode trazer outros problemas para saúde bucal dos pequenos.

Acontece que, o excesso do produto durante a formação da arcada dentária pode aumentar os riscos de fluorose dentária, que são aquelas manchinhas brancas nos dentes. Nesse caso, o resultado são alterações estruturais nos dentes permanentes que ainda estão terminando a maturação do esmalte dentário. Por isso, é importante que os pais consultem um odontopediatra qualificado para garantir as instruções corretas e se certificar de que a quantidade de pasta de dentes utilizada seja ideal.

Descubra a quantidade certa de pasta de dente de acordo com a faixa etária

Segundo a especialista, a quantidade certa de pasta de dente pode variar de acordo com a idade da criança. No caso de bebês e crianças que ainda não possuem o controle total da deglutição, por exemplo, o ideal é utilizar uma quantidade equivalente a de um grão de arroz cru.

Já para crianças que já sabem cuspir a pasta de dentes, a recomendação é utilizar um grão de ervilha como parâmetro para quantidade certa. Mas, lembre-se: essas sugestões são baseadas em pastas de dentes com alta concentração de flúor, ou seja, com pelo menos 1.000 partículas por milhão - que são indicadas para uso a partir do nascimento do primeiro dente.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Joaquina Santos Diniz - Especialista em Odontopediatria
Mogi das Cruzes, SP
CRO-SP: 115.367


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal