30.07.2020

Tratamento de bruxismo: conheça os cuidados para controlar a disfunção

Vá ao dentista, explique o que você está sentindo e o que você acha que vem causando essas dores. O profissional vai ajudá-lo a controlar o bruxismo indicando alguns cuidados.
Passo a passo do tratamento de bruxismo: todas as etapas e cuidados para controlar a disfunção
Vá ao dentista, explique o que você está sentindo e o que você acha que vem causando essas dores. O profissional vai ajudá-lo a controlar o bruxismo indicando alguns cuidados.
Vá ao dentista, explique o que você está sentindo e o que você acha que vem causando essas dores. O profissional vai ajudá-lo a controlar o bruxismo indicando alguns cuidados.

Bruxismo ainda é um problema desconhecido por muita gente. Existem pessoas que sentem aquele apertamento da arcada dentária, dores constantes de cabeça, no maxilar e nos dentes, mas não fazem ideia do que se trata. Neste caso, é melhor ficar atento: se você vem presenciando esses sintomas, pode estar com um caso de bruxismo. Embora não tenha uma cura para esse problema, é possível controlar a disfunção com uma série de cuidados e mudanças de hábitos. O Sorrisologia explicou como funciona o passo a passo do tratamento

A origem do bruxismo: entenda o que causa a disfunção

Algumas pessoas não sabem, mas o bruxismo normalmente é fruto de um problema emocional, como estresse, ansiedade e a depressão. É como se o paciente concentrasse toda a tensão nos dentes, dando origem ao hábito de ranger ou apertamento deles. Esta atividade parafuncional é realizada pelos músculos da mastigação e, por não apresentar nenhuma função, pode trazer diversas consequências para o paciente, como lesões orofaciais, desgastes dentários, lesão periodontal, distúrbios da articulação temporomandibular (ATM) e dor muscular. Outro motivo do bruxismo está ligado à um distúrbio de sono, como apneia e insônia - neste caso, a pessoa costuma ranger os dentes durante à noite. 

Conheça os sintomas do bruxismo para reconhecê-los e procurar ajuda

Você desconfia que pode estar com bruxismo? Sintomas como dor de cabeça constante podem ser alguns sinais de que você sofram com esse mal. Abaixo listamos os sinais de que você pode estar com bruxismo:

  • Desgaste nos dentes;
  • Dor no pescoço ou nos maxilares;
  • Cansaço ao acordar devido ao sono de baixa qualidade;
  • Dentes moles mesmo após o nascimento dos dentes permanentes;
  • Dor de cabeça ao acordar.

Tratamento: dentistas recomendam a placa de bruxismo

Um dos tratamentos mais recomendados pelos dentistas para proteger os dentes das complicações do bruxismo é o uso da placa de mordida ou miorrelaxante. O aparelho desempenha o papel de proteção sobre os dentes, permitindo um relaxamento muscular progressivo. O placa funciona como um dispositivo móvel que se ajusta perfeitamente sobre a superfície dos dentes. Ela é resistente, geralmente confeccionada com resina acrílica e fica posicionada na arcada dentária superior.

A placa de bruxismo é a única solução para o problema?

Embora seja eficaz para prevenir as dores, desgastes dos dentes, do esmalte e outros incômodos vindos do bruxismo, a placa não é a solução dos problemas emocionais que causam a disfunção. O objetivo desse apetrecho é proteger os dentes das consequências da atividade parafuncional, que é o hábito de ranger, mas não trata a ansiedade, o estresse, a insônia ou outro problema psicológico que vem abalando sua saúde mental. Sendo assim, além da placa, para controlar o bruxismo você também precisa fazer terapia, começar uma atividade física ou fazer algum exercício que ajuda a amenizar o estresse da sua rotina. 

Seguindo esse tratamento multidisciplinar à risca, você vai parar de ranger os dentes e, consequentemente, de sentir dores, tornando o uso da placa totalmente dispensável. 

5 dicas para controlar o bruxismo 

  1. Vá ao dentista, explique o que você está sentindo e o que você acha que vem causando essas dores. O profissional vai ajudá-lo a controlar o bruxismo indicando alguns cuidados.

  2. Faça uma placa de bruxismo e use-a para evitar o desgaste dos dentes, dores de cabeça e outros incômodos que esse problema pode causar. Ela funciona como um escudo de proteção temporário até você conseguir controlar o que está causando o apertamento dos dentes.

  3. Comece a fazer terapia. Os problemas emocionais são os maiores causadores do bruxismo, então para controlar a disfunção, é preciso cuidar da sua saúde mental e ninguém melhor do que um psicólogo para te ajudar a lidar com essa questão.

  4. Pratique pelo menos uma atividade física. Exercícios são excelentes para aliviar o estressa, além de auxiliar na produção de endorfina - o famoso hormônio do bem-estar.

  5. Se possível, aposte em tratamentos complementares que ajudam a aliviar a tensão dos músculos do maxilar, como a aplicação de  toxina botulínica.

Atualizada em 27/07/2022.


Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal