O que é papilite lingual transitória e como tratar?
A papilite lingual transitória se resolver sozinha, mas é importante saber o que a está causando para saber como fazê-la ir embora de vez
A papilite lingual transitória se resolver sozinha, mas é importante saber o que a está causando para saber como fazê-la ir embora de vez

Publicador de Conteúdos e Mídias

Papilite lingual transitória: o que é e como tratar?

A papilite lingual transitória causa bolinhas na língua e pode ter diferentes causas. Para entender como tratar e quais os efeitos da doença na sua saúde bucal, leia mais.

24/07/2023

Compartilhar em suas redes

Publicador de Conteúdos e Mídias

Você já ouviu falar em papilite lingual transitória? Se não, veio ao lugar certo! O Sorrisologia está aqui para explicar tudo sobre essa doença em detalhes. Neste artigo, vamos explorar o que é exatamente a papilite lingual transitória, suas causas, sintomas e quais as melhores opções de tratamento para essa condição que afeta a cavidade bucal. Para nos ajudar nessa missão, entrevistamos a dentista Priscila Almeida que explicou como evitar o desenvolvimento dessa inflamação que atinge a língua. Acompanhe!

O que é a papilite lingual transitória? Que problemas ela pode causar?

A papilite lingual transitória (PLT) é uma doença bucal que causa o inchaço das papilas da língua. “A inflamação acomete a língua por meio do aparecimento de bolinhas vermelhas, brancas ou amarelas na região. O problema causa uma série de incômodos na região da boca, inchaço, dificuldades na alimentação, sensação de queimaduras e formigamento”, explicou a dentista. 

A PLT é uma condição comum e, geralmente, não é grave. No entanto, pode ser bastante desconfortável e dificultar a fala, a mastigação e a deglutição. Por isso, é necessário procurar ajuda profissional e evitar o quanto antes o desenvolvimento do problema.

Causa da papilite lingual transitória e como evitar o desenvolvimento da doença

A papilite lingual transitória é um problema de saúde desencadeado por possíveis alergias, lesões, medicamentos ou infecções. A inflamação, como o próprio nome já diz, é transitória e desaparece sozinha, mas saber o que está causando a papilite é importante para entender a raiz do problema. As causas mais comuns são: 

  • Estresse;
  • insônia;
  • tabagismo;
  • ingestão de alimentos azedos e ácidos;
  • nutrição deficiente.
  • ferimentos na língua, como mordidas ou cortes;
  • alergias;
  • reações a medicamentos

Não há uma maneira garantida de evitar esse tipo de papilite, mas existem alguns hábitos que você pode adotar para reduzir o risco de desenvolver a condição. Entre eles: controlar o estresse, ter uma dieta saudável, tomar vitaminas e minerais e prevenir a formação de machucados ou outros tipos de ferimentos na língua. 

Como tratar a papilite lingual?

O quadro de papilite é transitório, isso significa que a condição desaparece por conta própria após algumas semanas. Mas, se a doença estiver causando muito incômodo, a dentista Priscila recomenda: “Evitar irritar a região da língua e não ingerir alimentos azedos ou temperados, além de ter bons hábitos de higiene bucal. Caso o paciente tenha inchaços recorrentes ou que não cicatrizam, isso significa que o problema se agravou, então é necessário procurar a ajuda de um especialista para repassar as devidas orientações”, ressaltou.

Mais Recentes

Publicador de Conteúdos e Mídias