23.08.2021

Lente de contato dental: tecnologia pode ajudar a diminuir o desgaste nos dentes? Entenda!

O desgaste do dente é uma das etapas para realização da lente de contato dental que podem ser beneficiadas pela tecnologia. Entenda!
O desgaste do dente é uma das etapas para realização da lente de contato dental que podem ser beneficiadas pela tecnologia. Entenda!

Quando o assunto é lente de contato dental, é comum que muitos pacientes tenham dúvidas sobre a realização do procedimento. A necessidade do desgaste dental, por exemplo, é o fator mais preocupante para os pacientes. A boa notícia é que com os avanços tecnológicos esse processo tem se tornado cada vez menos invasivo. Para esclarecer o assunto, nós conversamos com o dentista Gustavo Issas, que revelou como a tecnologia tem ajudado no desempenho da lente de contato dental. Confira abaixo!

Como é feita a lente de contato dental?

Muito se fala sobre a lente de contato dental, mas pouco se sabe sobre as etapas desse procedimento. De acordo com o dentista, o processo começa na primeira consulta. “O primeiro passo é tirar fotos para ajudar no diagnóstico e conversar com o paciente para descobrir o que ele busca, quais são os seus incômodos e as mudanças que deseja. A partir disso, definimos o que é possível fazer, realizamos a moldagem e encaminhamos para o laboratório”, explica. 

O ensaio feito no laboratório, também conhecido como mock-up, serve como um teste de adaptação para o paciente. “O indivíduo volta para casa com esse ensaio para que possa experimentá-lo. Se aprovado, nós começamos a produção da lente de contato dental”, afirma. Com isso, o profissional já saberá o nível de desgaste dentário necessário para conquistar o resultado esperado pelo paciente. 

Após realizar o desgaste dental, o próximo passo é a moldagem ou escaneamento da arcada dentária. “O novo modelo é gerado para construção da lente de contato dental na forma e cor desejada pelo paciente”, revela o profissional. Depois de prontas, as facetas da lente de contato dental voltam para o consultório e são instaladas através de um adesivo resinoso. 

Lente de contato dental: processo pode ser beneficiado pelo uso de laser e outras tecnologias

Assim como outros procedimentos odontológicos, a lente de contato dental também pode ser beneficiada pela tecnologia. Nesse caso, a diminuição do nível de desgaste dental é a principal vantagem. “A caneta de alta rotação, conhecida como motorzinho, passou a ser elétrica e pneumática. Na prática, ela vibra menos e é mais precisa, garantindo um controle maior das rotações e um desgaste dentário menor”, revela o Dr. Gustavo.

Os materiais de moldagem ou escaneamento também são ferramentas tecnológicas que ajudam na produção da lente de contato dental. Isso porque eles fornecem informações mais precisas que, por sua vez, permitem um desgaste menor dos dentes. Além disso, o uso de laser é outra medida que favorece o procedimento. “Através do laser, é possível trocar a lente de contato dental e a resina sem promover um novo desgaste”, conta.  

4 cuidados necessários com a lente de contato dental

Para garantir a durabilidade da sua lente de contato dental, existem alguns cuidados que devem ser mantidos. Segundo o dentista, os hábitos são os mesmos utilizados por qualquer paciente que busca preservar a saúde bucal. Veja abaixo:
 

    • Mantenha visitas periódicas ao dentista para manutenção do procedimento. Dessa forma, é possível se certificar de que não existem problemas bucais que podem danificar a lente de contato dental, como gengiva inflamada e infiltrações.
    • Invista em uma boa rotina de higiene bucal, incluindo o uso do fio dental com superfloss, para evitar o acúmulo de placa bacteriana e restos alimentares.
    • Aposte no uso de uma placa miorrelaxante à noite. Com isso, é possível evitar desgastes na lente de contato dental causados pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono. 
    • Evite o uso de cremes dentais clareadores. Geralmente, esse produtos apresentam componentes abrasivos que podem danificar a porcelana e o adesivo usado na lente de contato dental, assim como a sua gengiva. 
    • Realize a troca da sua escova de dentes regularmente. Normalmente, o período ideal de troca é a cada três meses, mas pode variar de acordo com o uso do acessório. 

     

     

    Este artigo tem a contribuição do especialista:
    Gustavo Issas - Cirurgião-dentista e pós-graduado em disfunção temporomandibular pela Escola Paulista de Medicina. Pós-graduado em implantes dentários pela Universidade de Berna.
    São Paulo - SP


    TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal