Julho Laranja: saiba o que é e entenda a importância da campanha para a saúde bucal infantil

Conheça mais sobre essa campanha que incentiva a saúde bucal e correção dentária da criança
Conheça mais sobre essa campanha que incentiva a saúde bucal e correção dentária da criança

Você já ouviu falar na campanha "Julho Laranja"? Ela foi criada para informar e sensibilizar as pessoas sobre os cuidados ortodônticos precoces e a prevenção de problemas oclusais, especialmente para as crianças. Os pequenos são os que mais sofrem com esses problemas dentários, já que estão passando por uma fase constante de desenvolvimento, mas isso pode ser mudado com a aplicação de cuidados e visitas ao dentista desde cedo. Para explicar melhor sobre a grandeza desse movimento, o Sorrisologia entrevistou a odontologista Uila Ramos, que esclareceu o assunto. Confira!

Entenda o que é a campanha Julho Laranja e como ela surgiu

O Julho Laranja é uma campanha voltada para a conscientização e prevenção do desenvolvimento de problemas de má oclusão dentária (como o mau posicionamento dos dentes nas arcadas dentárias) ou esquelética (desequilíbrio no relacionamento das bases ósseas, maxila e mandíbula) durante a infância. De acordo com a Drª Uila, esse movimento surgiu com a iniciativa de duas ortodontistas, Cibele Albergaria e Patricia Zambonato, para estimular a primeira avaliação ortodôntica em crianças a partir dos seis anos de idade com o objetivo de acompanhar, monitorar o desenvolvimento da oclusão dentária, prevenindo e interceptando más oclusões de forma precoce.

A importância da conscientização da saúde bucal infantil

A infância é a melhor fase da vida para iniciar os cuidados com a saúde bucal. É durante essa época que os dentistas conseguem intervir precocemente para prevenir, corrigir ou atenuar a gravidade de problemas ortodônticos, especialmente se tratando das más oclusões. "Elas apresentam um comportamento dinâmico, que podem afetar o relacionamento ósseo dos maxilares, provocando alterações faciais e comprometer a estética do paciente e seu estado emocional", explicou a especialista.

Como essa campanha pode contribuir para a saúde bucal de crianças e adolescentes?

O Julho Laranja ajuda a estimular o desenvolvimento de hábitos saudáveis na criança, como uma higiene bucal adequada, alimentação balanceada e nutritiva e uma ingestão regular de água. A dentista ainda revela outras vantagens de cuidados bucais ainda na infância: "Acompanhar a criança no desenvolvimento da dentição é importante para evitar perdas precoces ou a retenção prolongada de dentes decíduos que podem prejudicar a erupção dos dentes permanentes", explicou Uila. Sendo assim, podemos dizer que o ortodontista é o responsável pelo desenvolvimento oclusal, esquelético e facial das crianças.

5 cuidados com a higiene bucal que devem ser ensinados durante a infância

1) Levar os filhos para a consulta odontológica desde antes da erupção do primeiro dente decíduo é fundamental para orientar os pais sobre uma boa higiene bucal;

2) Manter uma alimentação equilibrada (evitar dieta cariogênica, que é rica em carboidratos);

3) Incentivar o aleitamento materno por, no mínimo, seis meses estimula o bom desenvolvimento esquelético, muscular e facial.

4) Além das consultas com o dentista, os pais são essenciais para ensinar e incentivar a criança a ter hábitos de higiene;

5) Usar o fio dental desde o surgimento dos primeiros dentes de leite na boca para acostumar a criança e se tornar um hábito.

Como os pais podem estimular a higiene e outros cuidados bucais para as crianças

É fundamental que os pais sejam os maiores exemplos para os filhos. "A criança tende a imitar o que vê, junto das pessoas com quem mais convive. A presença dos pais e cuidadores é bastante benéfica para naturalizar um estilo de vida mediante alimentação saudável e higiene adequada", ressaltou.

Além da higiene bucal, também é importante saber selecionar os tipos de alimentos para cada fase contribui: "À medida em que a criança desenvolve a capacidade de mastigar, deve-se oferecer alimentos fibrosos (que demandam esforço mastigatório) para estimular o bom desenvolvimento dentário, ósseo e muscular". 

Este artigo contou com a participação de:

Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, Ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal infantil