26.10.2020

Enxaguante bucal pode substituir a escovação dos dentes?

Descubra a verdadeira função do enxaguante bucal e como ele deve ser usado na higiene
Descubra a verdadeira função do enxaguante bucal e como ele deve ser usado na higiene

A higiene bucal é um autocuidado que não pode ser substituído por nada! Através desse hábito, conseguimos manter nossos dentes limpos, hálito sempre refrescante e, ao mesmo tempo, prevenir a arcada dentária de doenças bucais, desde o tártaro até a periodontite. Mas em dias corridos, em que muitas vezes não dá nem tempo de fazer aquela escovação longa e caprichada, é possível substituir a etapa completa somente pelo uso do enxaguante bucal? Conversamos com a dentista Uila Ramos que esclareceu o assunto.

O que é o enxaguante bucal? Como o produto deve ser usado na higiene bucal?

O enxaguante é um complemento da higiene bucal, que permite o controle químico da placa bacteriana. "Ele é uma solução antisséptica que tem a função de auxiliar a limpeza de pacientes que apresentam doenças periodontais, alta atividade de cárie ou sensibilidade dentária". Além disso, cada antisséptico possui uma composição específica que varia de acordo com a necessidade terapêutica de cada paciente, podendo ser associado ou não ao flúor.

Quando o uso desse produto é indicado, deve ser feito logo após o fio dental e a escovação, fazendo bochecho por, aproximadamente, um minuto com a frequência de duas vezes ao dia. "Vale lembrar que os enxaguantes à base de clorexidina devem ser utilizados somente quando forem prescritos pelo dentista, após avaliar a saúde periodontal e a necessidade deste complemento. Isso porque o seu uso prolongado e inadvertido pode causar o desenvolvimento de resistência bacteriana e criação cepas bacterianas mais nocivas e difíceis de controlar", atentou a profissional.

O enxaguante bucal pode substituir a escovação dos dentes?

De forma alguma! "O enxaguante bucal é apenas um complemento, desejável quando é preciso reforçar o controle químico da placa bacteriana e, pela presença de flúor, promover a remineralização dentária e prevenção da cárie dental", ressaltou Uila. A escovação é responsável por realiza uma espécie de limpeza mecânica e remover a estrutura da placa bacteriana que é formada a partir do acúmulo dos restos alimentares. Além disso, o creme dental possui em sua composição agentes terapêuticos, detergentes (participam da limpeza dental, removendo detritos), agentes abrasivos (remoção de manchas superficiais), que completam a ação dos movimentos da escova de dentes.

Entenda melhor a função da escovação dos dentes na higiene bucal

Muito mais do que uma simples limpeza, a escovação é um método de higiene bucal que permite a remoção dos resíduos alimentares e o controle químico e mecânico da placa bacteriana - responsável pela formação do tártaro e, consequentemente de outras doenças bucais. A dentista indica quando o paciente deve praticar: "O momento correto para escovar os dentes é após o uso do fio dental, que realiza a limpeza interdentária removendo restos alimentares que a escova não alcança, prevenindo o desenvolvimento de cáries interproximais". Sendo assim, nada de substituir uma etapa pela outra. Faça o ritual completo e mantenha seu sorriso sempre limpo e saudável!

Este artigo contou com a participação de:

Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Cirurgiã-Dentista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, Ortodontista formada pela Faculdade de Odontologia do Recife


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal