24.12.2015

De olho no verão: oftalmologista indica os principais cuidados com os olhos durante a estação

Com a chegada do verão os olhos também precisam de proteção. Além de óculos de sol, confira outros cuidados importantes para que você não sofra os efeitos desse período
Com a chegada do verão os olhos também precisam de proteção. Além de óculos de sol, confira outros cuidados importantes para que você não sofra os efeitos desse período

A estação mais quente do ano acaba de começar. Além de beber muita água, usar filtro solar e vestir roupas bem levinhas, é preciso ficar atento com os olhos. Eles também acabam sofrendo nesse período e, para protegê-los, só usando um bom óculos escuros e tomando outros cuidados para fugir dos riscos proporcionados pelas altas temperaturas. O Sorrisologia conversou com o oftalmologista Paulo Polisuk para te deixar por dentro de todas as dicas. Fique de olho!

O verão pode gerar desconforto nos olhos

Seja pelo sol ou em um ambiente com ar-condicionado, a visão acaba sendo prejudicada no verão mais do que em qualquer outra estação. "Com as altas temperaturas, o uso frequente de ar-condicionado e a umidade do ar diminuída, as queixas para algum tipo de desconforto nos olhos aumentam muito nos consultórios oftalmológicos”. Ele também afirma que os riscos de queimaduras, irritações na córnea e doenças infecciosas são mais constantes, mas que podem ser evitados com simples cuidados.

Usar óculos escuros protege a visão dos raios ultravioletas

"Quando estamos expostos ao sol colocamos também nossos olhos em exposição aos raios ultravioleta e são esses raios que penetram em profusão causando lesões maculares (se o indivíduo ficar olhando diretamente para o sol)", alerta o especialista. Na hora de comprar um óculos de sol é importante notar se ele possui proteção ultravioleta (UV), que evita o contato dos raios solares com os olhos, evitando uma série de problemas. Não confie em qualquer modelo só por ser o mais bonito. Às vezes, o barato sai caro.

Mergulhar de olhos abertos pode ser perigoso

Paulo avisa que mergulhar de olhos abertos na piscina ou no mar é perigoso e pode causar irritação por conta do sal ou de substâncias químicas na água. "Esse ato pode provocar uma ceratite química, que é uma agressão na superfície da córnea. Os sintomas passam por um mal-estar profundo, lacrimejamento, sensação de areia nos olhos, vermelhidão e até mesmo vista embaçada". Se quiser conhecer as belezas do fundo do mar ou nadar na piscina com segurança, use um óculos de mergulho.

O nosso suor também pode ser um grande vilão

No verão suamos mais do que o normal e isso também pode acabar gerando um grande desconforto. "O suor também é rico em sal. Apesar da sua densidade ser muito menor do que a água do mar, ele pode causar ardência e desconforto", conclui o oftalmologista. Para evitar que as nossas glândulas sudoríparas não produzam tanto suor, precisamos usar roupas leves, evitar ambientes muito quentes e repor bastante líquido para hidratar o corpo. Assim, podemos admirar todos os belos momentos que o verão nos proporciona com muita saúde.


Tags:

TODAS AS MATÉRIAS: bem estar