21.10.2022

Clareamento dental a laser: devo considerar essa opção? Dentista fala mais sobre como funciona essa linha de tratamento

O clareamento dental a laser pode ser indicado para quem tem sensibilidade nos dentes e costuma dar resultados mais rápidos, pois é feito no consultório
O clareamento dental a laser pode ser indicado para quem tem sensibilidade nos dentes e costuma dar resultados mais rápidos, pois é feito no consultório

Realizado no consultório odontológico, o clareamento dental a laser é a melhor alternativa para deixar os dentes mais brancos de forma rápida e eficiente. Mas, antes de realizar o tratamento, é necessário levar em conta alguns fatores, principalmente o estado da saúde bucal do paciente. O Sorrisologia conversou com a cirurgiã-dentista Patricia Vianna, que falou mais sobre como funciona o clareamento a laser e em quais casos ele é mais indicado. É só continuar lendo!

Clareamento dental a laser costuma ser realizado em até três sessões

Embora o clareamento a laser dê resultados mais rápidos que o clareamento caseiro (que requer mais tempo de tratamento), ele é mais custoso e demanda uma maior disponibilidade do paciente, pois é necessário passar mais tempo no consultório odontológico. 

“Ao fazer um clareamento a laser no consultório, normalmente é recomendado realizar de duas a três sessões, dependendo do grau de escurecimento do dente. Então, acaba saindo mais caro do que o clareamento caseiro. No consultório, o paciente costuma ficar de 40 a 50 minutos com o gel na boca e, neste dia, ele até pode ter uma sensibilidade nos dentes, mas basta tomar um analgésico”, destaca a profissional. 

Para quem tem urgência em ver o resultado de dentes mais brancos, livres de manchinhas, vale muito a pena investir na opção da tecnologia a laser. A dentista destaca, inclusive, que o tratamento é mais simples do que parece. “Na primeira sessão, o paciente já nota uma grande diferença, um efeito de clareamento. Na segunda sessão, geralmente, o dentista já fecha o clareamento e, para finalizar, costuma realizar mais uma sessão de flúor”, complementa a especialista. 

O artigo “Clareamento em dentes vitais: uma revisão literária”, realizado na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), destaca que é possível utilizar diferentes fontes luminosas para acelerar a ação do gel clareador. No entanto, existem dois tipos de laser que são os mais indicados para o clareamento: o laser de argônio, que emite uma luz visível azul e consegue remover bem manchas escuras, e o laser de  CO2, que utiliza o espectro invisível infravermelho. O primeiro é menos efetivo em dentes mais claros, enquanto o segundo age independente da coloração dos dentes.

Embora esses lasers sejam bem eficientes, eles podem danificar a dentina dependendo do ângulo de incidência. Por isso, antes de realizar esse tipo de clareamento, é muito importante fazer exames de imagem e se certificar com o seu dentista de que não há nenhuma cárie, inflamação na gengiva ou outro problema bucal que demande tratamento. Após avaliar esses fatores, o paciente já pode considerar agendar as sessões de clareamento.

Para quem não gosta do clareamento caseiro, o de consultório é uma boa opção

Se você não se adaptou bem ao clareamento caseiro, de acordo com a especialista, vale muito a pena recorrer ao tratamento a laser. Uma grande vantagem, inclusive, é que o tratamento será todo realizado pelo dentista, o que previne erros na aplicação do gel clareador. “O clareamento a laser é muito indicado para aquele paciente que tem dificuldade de fazer o clareamento caseiro. No caseiro, usa-se uma moldeira de silicone com gel dentro. A pessoa deve usá-la todas as noites durante quase um mês. No entanto, muitos pacientes sentem sensibilidade no processo e interrompem o uso do gel. Só que com essa interrupção você diminui o poder do clareamento”, explica.

Clareamento a laser pode ser indicado para quem tem sensibilidade nos dentes

Para quem apresenta quadros frequentes de sensibilidade dentária, o melhor é justamente recorrer a clareamentos que exigem um número menor de sessões. Além disso, usar um creme dental para sensibilidade durante o processo ajuda bastante a diminuir o incômodo.  “O clareamento a laser é bastante indicado para pacientes que têm muita sensibilidade nos dentes. Ele também serve para pessoas que não têm muita paciência e disciplina para usar o  gel clareador em casa”, finaliza a especialista. 


Tags:

higiene bucal saúde bucal sensibilidade dentes brancos clareamento dental creme dental dentista

Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: