29.06.2022

Por que o clareamento dental a laser causa sensibilidade nos dentes? Quais cuidados tomar com a saúde bucal?

O clareamento dental a laser pode causar sensibilidade dentária temporária em alguns pacientes
O clareamento dental a laser pode causar sensibilidade dentária temporária em alguns pacientes

O clareamento dental a laser é um recurso bastante utilizado para remover manchas e clarear a tonalidade dos dentes. O procedimento é realizado no consultório odontológico sob a supervisão de um profissional capacitado e costuma entregar resultados satisfatórios em um curto período de tempo. Há apenas uma ressalva: em alguns pacientes, o clareamento dental a laser causa sensibilidade dentária temporária. Para entender melhor por que isso acontece e como amenizar o sintoma, o Sorrisologia conversou com o ortodontista Djalma Faria, que esclareceu pontos importantes. É só continuar lendo!

Clareamento dental a laser: como funciona? 

O clareamento dental a laser consiste na aplicação de um gel clareador nos dentes. O princípio é o mesmo do clareamento dental caseiro, mas, neste caso, a concentração da substância utilizada é maior. Este produto promove clareamento ao reagir com os pigmentos encontrados nas estruturas dos dentes e tem a sua ação acelerada pelo laser — este é o grande diferencial da técnica de clareamento realizada em consultório. 

Por que o clareamento dental a laser pode causar sensibilidade nos dentes?

O clareamento dental a laser nem sempre causa sensibilidade no dente. Porém, pode ocorrer. De acordo com o dentista Djalma Faria, o sintoma está associado à ação do gel clareador, que penetra no esmalte (camada superficial do dente) e atinge as bordas da dentina (principal responsável pela tonalidade amarelada dos dentes). “Essa porção mais interna dos dentes abriga terminações nervosas, que sofrem estímulos em função do contato com a substância”, explica o especialista.

O ortodontista destaca, ainda, que o procedimento não costuma ser prejudicial para a saúde da boca, desde que seja realizado por um profissional especializado. “Apesar dessa reação, o gel clareador, quando aplicado por um dentista especializado, não compromete a saúde nem as estruturas do dente. Naturalmente, a dentina é mais sensível e algumas pessoas têm essas reações por causa de variações de temperatura, quando ingerem algo quente ou gelado, por exemplo”. Quando acontece, o desconforto costuma ser temporário e desaparece em cerca de 15 dias após o procedimento. Caso persista, o paciente deve informar o quadro ao dentista responsável para dar início ao tratamento adequado. 

Clareamento a laser pode ser vantajoso para quem tem dentes sensíveis

Embora possa causar certa sensibilidade dentária, o clareamento a laser acaba sendo o tipo de tratamento mais indicado para quem tem dentes sensíveis. De acordo com o Dr. Djalma Faria, esse clareamento pode afetar menos os dentes que os demais. “De forma geral, o procedimento a laser costuma ser indicado para pacientes com maior sensibilidade nos dentes, que buscam resultados mais rápidos e confortáveis, já que o laser contém atividade anti-inflamatória”, afirma. O especialista lista as principais vantagens de realizar o clareamento a laser:

  • Pode ser realizado por pacientes com maior sensibilidade nos dentes;
  • É bem rápido. Já na primeira sessão, o paciente consegue ver resultados satisfatórios de branqueamento dos dentes;
  • Graças à velocidade, o tratamento proporciona maior conforto para os pacientes.

Cuidados após clareamento dental a laser auxiliam no combate à sensibilidade dentária

Os cuidados durante e após o clareamento dental a laser garantem a eficácia do tratamento, ajudam a preservar os resultados por mais tempo e, de quebra, auxiliam no combate à sensibilidade dentária. Portanto, o ideal é seguir à risca as recomendações do dentista! Além de evitar ingredientes pigmentados e capazes de manchar os dentes, deve-se fugir de alimentos muito ácidos, gelados ou quentes, que podem agravar o quadro de dentes doloridos e sensíveis. 

“O recomendado é não ingerir bebidas alcoólicas e determinados alimentos, como café, comidas com excesso de corantes, refrigerantes, açaí, biscoitos e molhos escuros. O cuidado com a alimentação é fundamental para alcançar resultados satisfatórios no tratamento de clareamento, seja ele a laser ou caseiro”, destaca o profissional.

Outro detalhe que faz toda a diferença é realizar a higiene bucal corretamente. Isso inclui escovar os dentes com uma escova de cerdas macias e um creme dental para dentes sensíveis, usar o fio dental e, se necessário, um enxaguante bucal indicado pelo dentista. Em casos mais graves, o profissional ainda pode prescrever medicação e/ou outros tipos de tratamento para sensibilidade, como o laser terapêutico e a aplicação de flúor. Na dúvida, não deixe de agendar uma avaliação individualizada, ok?

De acordo com o dentista, escolher bem os produtos de higiene bucal e seguir a rotina de forma correta são realmente pontos indispensáveis. “Não usar cremes dentais abrasivos, prevenir ou eliminar placas bacterianas (sempre com o acompanhamento de um dentista), não fazer muita força ao escovar os dentes, usar cremes dentais específicos para sensibilidade, escovas com cerdas ultra macias e fazer limpeza odontológica permanente. É importante, ainda, prevenir e tratar problemas periodontais, mantendo sempre uma boa higienização diária”, finaliza o especialista.


Tags:

higiene bucal escova de dente saúde bucal sensibilidade fio dental clareamento dental produtos de higiene bucal creme dental

Publicador de Conteúdos e Mídias

TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal