22.06.2021

Anti-inflamatório atrapalha o tratamento ortodôntico?

Entenda como o uso de anti-inflamatórios pode prejudicar o avanço do tratamento ortodôntico
Entenda como o uso de anti-inflamatórios pode prejudicar o avanço do tratamento ortodôntico

A qualquer sinal de dor durante o tratamento ortodôntico, é comum que a primeira reação seja buscar por possíveis soluções para o incômodo. Nesse caso, o uso de anti-inflamatórios tende a ser a principal opção para a maioria dos pacientes. Mas você sabia que esse hábito pode atrapalhar o resultado do procedimento? Sim, isso mesmo! Por isso, é importante ter cautela e seguir exatamente o que for passado pelo seu ortodontista. Para entender melhor sobre o assunto, conversamos com o dentista Djalma Faria, que explicou a relação entre anti-inflamatório e o tratamento ortodôntico. Veja só!

Tratamento ortodôntico vs. anti-inflamatório: entenda como o medicamento pode atrapalhar o processo

Muitos pacientes não sabem, mas alguns dos anti-inflamatórios mais conhecidos estão na lista de inimigos do tratamento ortodôntico. Acontece que, durante o procedimento, o uso do aparelho fixo dental promove uma  força sobre os dentes que, por sua vez, gera um processo inflamatório na região que induz a movimentação da arcada dentária.

Justamente por isso, ao optar pelo consumo de anti-inflamatórios, o paciente impede que esse processo ocorra e, consequentemente, prejudica o avanço do tratamento ortodôntico. “O uso de anti-inflamatórios, como aspirina, ibuprofeno e diclofenaco, pode deixar a movimentação dos dentes mais lenta”, alerta o profissional.

É possível lidar com a dor durante o tratamento ortodôntico sem o uso de anti-inflamatórios

Depois de descobrir que os anti-inflamatórios podem prejudicar o tratamento ortodôntico, a primeira dúvida entre os pacientes é sempre a mesma: como lidar com a dor nos primeiros dias usando aparelho ortodôntico? Nesse caso, existem outros medicamentos que podem ajudar a diminuir o desconforto sem prejudicar a movimentação dos dentes. “A minha prescrição para o alívio da dor são os analgésicos, como paracetamol em gotas ou algum outro analgésico que a pessoa esteja acostumada, já que eles possuem uma eficácia maior e não interferem no tratamento ortodôntico”, aconselha o dentista.

Veja outros cuidados que devem ser mantidos durante o tratamento ortodôntico

Além de evitar o uso de anti-inflamatórios durante o tratamento ortodôntico, também é importante estar atento a outras medidas que podem beneficiar o procedimento. Manter uma boa rotina de higiene bucal, por exemplo, é a principal entre elas. Para isso, vale apostar em uma escova de dentes ortodôntica e fio dental para remover a placa bacteriana entre os dentes e ao redor do aparelho ortodôntico.

Outro fator que deve ser priorizado durante o tratamento ortodôntico são as consultas de manutenção do aparelho. Com elas, é possível que o profissional se certifique de que a movimentação dos dentes está sendo feita corretamente. No caso do aparelho autoligado, que são presos pelos braquetes, as visitas podem ter um intervalo de até 60 dias. Já os pacientes que optam pelo modelo tradicional, em que o fio é preso pelas borrachinhas, devem comparecer ao consultório odontológico a cada 30 dias.

 

Este artigo contou com a participação de:
Djalma Faria - Ortodontista formado pela Universidade Federal de Alfenas. Especialista no sistema invisalign, ortodontia funcional dos maxilares e ortodontia autoligavel.
CRO-SP: 59104


TODAS AS MATÉRIAS: saúde bucal