14.10.2021

A alimentação pode realmente escurecer os dentes?

Alguns alimentos podem acabar escurecendo os dentes ao longo do tempo. Saiba como evitar
A alimentação pode realmente escurecer os dentes?
Alguns alimentos podem acabar escurecendo os dentes ao longo do tempo. Saiba como evitar
Alguns alimentos podem acabar escurecendo os dentes ao longo do tempo. Saiba como evitar

O escurecimento dos dentes pode estar associado a uma série de fatores - dentre eles, a alimentação. Além de manter uma higiene bucal adequada, entender o que escurece os dentes é importante para prevenir o incômodo e garantir um sorriso saudável e branquinho. “Alimentos e bebidas que contêm corantes têm a capacidade de provocar manchas extrínsecas (oriundas de fonte externa) nos dentes porque os pigmentos contidos nos alimentos se aderem às superfícies dentárias”, explica cirurgiã-dentista e ortodontista Uila Ramos da Silva. Entenda melhor a seguir o que mancha os dentes e saiba como prevenir e tratar o escurecimento dentário. 

Quais alimentos escurecem os dentes? 

Talvez você já tenha ouvido falar que o consumo excessivo de alimentos como chocolate, vinho tinto e café escurece os dentes. Mito ou verdade? Segundo a Dra. Uila Ramos da Silva, pode acontecer! “Este manchamento extrínseco ocorre pelo acúmulo de pigmentos oriundos da alimentação na superfície do esmalte dental. A intensidade e a frequência do consumo é que vão determinar a quantidade e a extensão da pigmentação (geralmente, marrom)”, explica a cirurgiã-dentista. 

Alguns exemplos de alimentos que podem provocar manchas nos dentes, de acordo com a profissional, são: 

  • Refrigerante à base de cola;

  • Café;
  • Vinho tinto;
  • Chocolate;
  • Chás escuros.

     

Alimentação e manchas escuras nos dentes: como resolver?

Com os cuidados adequados, é possível prevenir as manchas nos dentes sem deixar de lado o consumo de alimentos com pigmentação escura, como café e vinho tinto, por exemplo. A recomendação da Dra. Uila é que “após comer ou ingerir bebidas que contenham pigmentos, faça-se uma boa higiene bucal”. 

“O uso do fio dental e a escovação remove fisicamente todos os restos alimentares que se situam sobre e entre os dentes. Lembrando que depois de tomar sucos e bebidas ácidas é preciso aguardar meia hora para que haja a neutralização do pH bucal e, assim, evitar a erosão ácida”, orienta a especialista.

Para saber como tirar manchas nos dentes, é indispensável passar por uma avaliação odontológica individualizada. Segundo a cirurgiã-dentista, “o tratamento consiste na remoção mecânica destas manchas através da raspagem (manual ou com ultrassom odontológico), jato de bicarbonato e a profilaxia profissional”.

Manchas nos dentes: alimentação não é a única causa do escurecimento dentário

O consumo excessivo de alimentos com pigmentação escura aliado à higiene bucal incorreta é apenas uma das causas do escurecimento extrínseco dos dentes. “O tabagismo é outra fonte de pigmentação extrínseca, em que o alcatrão (componente do tabaco), ao dissolver-se na saliva, consegue manchar os dentes por sua deposição nas áreas de fissuras e fóssulas dentais”, explica a Dra. Uila. 

Ainda segundo a profissional, mais exemplos de manchamentos extrínsecos dos dentes incluem:

Manchas nos dentes: alimentação não é a única causa do escurecimento dentário

O consumo excessivo de alimentos com pigmentação escura aliado à higiene bucal incorreta é apenas uma das causas do escurecimento extrínseco dos dentes. “O tabagismo é outra fonte de pigmentação extrínseca, em que o alcatrão (componente do tabaco), ao dissolver-se na saliva, consegue manchar os dentes por sua deposição nas áreas de fissuras e fóssulas dentais”, explica a Dra. Uila. 

Ainda segundo a profissional, mais exemplos de manchamentos extrínsecos dos dentes incluem:

  • Uso de medicamentos que contenham íons, tais como ferro, iodo, cádmio, sulfetos, cobre, nitrato de prata, manganês, fluoreto estanhoso, clorexidina e os antibióticos das tetraciclinas (utilizados durante a fase de desenvolvimento dentário, na gravidez e/ou início da infância). “É fundamental que o paciente siga as prescrições do cirurgião-dentista e/ou médico respeitando a dosagem, intervalo entre as doses e administre o uso dentro do tempo recomendado. Deve-se sempre evitar a automedicação, que pode trazer efeitos nocivos além do manchamento dentário”, instrui a profissional. 

  • Manchas escuras nos dentes causadas por bactérias (manchas bacterianas). Segundo a Dra. Uila, “as bactérias cromogênicas mancham a superfície do dente (ou dentina e cemento, se estiverem expostos) porque têm afinidade por pigmentos (notadamente, o ferro) e com isso o biofilme dental assume uma coloração enegrecida, cinza ou marrom escuro”. 

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Dra. Uila Ramos da Silva - Cirurgiã-Dentista e Ortodontista
CRO-PE - Nº 10.380
Av. Bernardo Vieira de Melo, nº 2730, loja 02, Piedade.
Contato: Whatsapp (81) 99535 6620 / (81) 98528 4650
Instagram: @uilaramos_odontologia 

Redação: Dóris Marinho


TODAS AS MATÉRIAS: clareamento dental