Quais os malefícios das bactérias para a saúde bucal? Descubra como elas se proliferam, quais doenças bucais podem causar e como evitá-las
Você sabia que muitos problemas bucais são causados por bactérias? Saiba como esses microrganismos se proliferam na boca e como prevenir possíveis danos
Você sabia que muitos problemas bucais são causados por bactérias? Saiba como esses microrganismos se proliferam na boca e como prevenir possíveis danos

Publicador de Conteúdos e Mídias

5 malefícios que as bactérias podem causar à sua boca e como evitá-los

A boca é uma área do corpo repleta de bactérias. Apesar de a maioria ser benéfica, há espécies de microrganismos que podem desencadear problemas bucais sérios.

28/01/2022

Compartilhar em suas redes

Publicador de Conteúdos e Mídias

A boca é uma área do corpo repleta de bactérias. Boa parte delas são benéficas e não oferecem nenhum risco para a saúde oral. Por outro lado, há espécies de microrganismos que podem desencadear problemas bucais sérios, como infecções, inflamações e, em casos mais graves, perda dentária. Por isso, a higiene dos dentes é tão importante, pois a maioria das complicações de origem bacteriana são causadas pela falta de cuidados básicos. Veja a seguir 5 malefícios causados pela presença de bactérias na boca e como evitá-los.

Como as bactérias se proliferam na boca?

Nosso corpo é composto por milhares de colônias de bactérias. Com a boca não é diferente. A região abriga uma série de microrganismos que muitas vezes auxiliam na manutenção da saúde bucal. É a chamada microbiota oral, composta por uma variedade de microrganismos que atuam como uma barreira protetora, impedindo a invasão de bactérias nocivas que podem causar doenças e infecções nos dentes e nas mucosas da cavidade oral. 

A proliferação de bactérias prejudiciais à saúde da boca causa desequilíbrios na comunidade bacteriana. A condição acarreta infecções locais, além de inflamações nas gengivas e outros tecidos bucais.

5 problemas de saúde bucal causados por bactérias

  • 1. Cárie: é uma infecção causada por bactérias que corroem o esmalte do dente. Sua principal causa é a higiene inadequada, principalmente quando a pessoa consome alimentos doces em excesso.

  • 2. Gengivite: inflamação na gengiva causada pela ação de bactérias no tecido gengival. O aumento da população desses microrganismos libera toxinas e causam uma reação inflamatória na região. Seus principais sintomas são inchaço, sangramento e vermelhidão na gengiva. Se não for tratada, há risco de evoluir para uma periodontite, uma inflamação mais grave que pode levar à perda dos dentes.

  • 3. Doença periodontal: é uma inflamação que afeta o osso, ligamentos e os tecidos de suporte dos dentes. Com o tempo, os dentes começam a amolecer, dando a impressão de que estão soltos. As gengivas também são afetadas pela periodontite e costumam apresentar inchaço, vermelhidão e sangramentos recorrentes, em especial depois da escovação.

  • 4. Placa bacteriana e tártaro: como o próprio nome já sugere, a placa bacteriana é causada pelo acúmulo de bactérias sobre os dentes. Ela se forma devido ao acúmulo de restos de alimentos, principalmente os açucarados e carboidratos. Se não for removida, a placa se transforma em tártaro, uma condição que favorece o surgimento de cáries dentárias e doenças nas gengivas, como a gengivite e periodontite.

  • 5. Aftas: são lesões que se formam nas mucosas da boca e gengivas. Também chamadas de úlceras aftosas, podem ser causadas por diversos fatores, dentre eles a proliferação de bactérias. As aftas não costumam ser perigosas e cicatrizam rápido, mas enquanto estão inflamadas causam incômodo, como dor e ardência.

Como evitar problemas na boca causados por bactérias

O cuidado mais importante para evitar os problemas bucais citados acima é a higiene diária. Escovar os dentes depois das refeições e passar fio dental é fundamental. O hábito deixa o sorriso mais limpo e previne a cárie, gengivite, tártaro e a doença periodontal, pois remove as bactérias nocivas e combate a proliferação de outros microrganismos prejudiciais à saúde oral. Outro grande aliado é o uso do enxaguante bucal. O produto contém ação anti-bactericida, auxilia na remoção da placa e oferece uma sensação de frescor e bom hálito.

Por fim, faça visitas regulares ao dentista e não deixe de fazer uma limpeza no consultório, pelo menos, uma vez ao ano. 

Redação: Joanna Dark

Mais Recentes

Publicador de Conteúdos e Mídias