5 dicas de como preservar a sua escova de dentes elétrica por muito mais tempo

27.10.2020

5 dicas de como preservar a sua escova de dentes elétrica por muito mais tempo

Saiba como manter a sua escova elétrica bem cuidada e funcional por muito mais tempo
Saiba como manter a sua escova elétrica bem cuidada e funcional por muito mais tempo

A escova de dentes elétrica já provou ser uma opção tecnológica que facilita (e muito) a higiene bucal. Seus movimentos e vibrações proporcionam a sensação de limpeza profissional feita no consultório dentário, sem falar que essas funções ajudam a remover a placa bacteriana dos dentes, evitando as doenças bucais mais temidas. Para manter a eficácia desse ritual, é importante cuidar bem do produto. Pensando nisso, o Sorrisologia entrevistou a dentista Rhianna Barreto, que esclareceu todas as cautelas que o paciente precisa ter com sua escova elétrica. 

Quanto tempo costuma durar uma escova de dentes elétrica?

Um dos principais pontos positivos da escova de dentes elétrica é o seu tempo de vida útil. A odontologista conta que no caso da durabilidade das cerdas acaba sendo a mesma da escova convencional, que deve ser trocada a cada três meses. A diferença é a possibilidade de trocar somente a parte da cabeça das cerdas. "Muitas já vem com um refil para a primeira troca e a durabilidade do cabo é muito maior sendo necessário apenas a troca de pilha ou bateria"

5 cuidados para que a escova elétrica tenha uma vida longa e útil

1. A escova elétrica deve ter as pilhas ou bateria trocadas regularmente;

2. Seu cabo deve ser higienizado a cada três meses em solução de água sanitária para uma melhor desinfecção;

3. A cabeça da escova, parte que ficam as cerdas, também devem ser trocadas a cada três meses;

4. Após o uso, a escova deve ser bem enxaguada para remover todo creme dental;

5. O produto deve ser guardado em local fresco e arejado.

Como a escovação com a escova elétrica deve ser feita? É preciso colocar força durante a higiene bucal?

Não! Não e necessário colocar força durante a escovação. Para melhorar a sua experiência com o produto, Rhianna conta como deve ser usado: "A técnica e a mesma da escova convencional, com movimentos circulares e em varredura nos dentes, porém não e necessário fazer pressão nem força". Isso porque a própria escova já auxilia na limpeza dos dentes e do periodonto, portanto os movimentos devem ser leves para não haver injuria nas estruturas dentárias. Assim, você consegue prevenir seus dentes da sensibilidade e de outros problemas bucais causados pela perda do esmalte.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ:37448


TODAS AS MATÉRIAS: higiene bucal